porsche_const_1.jpgAssinado pela Porsche, edifício em Miami tem até elevador para estacionar carro na sala
 
As gigantes janelas para o mar, piscinas e saunas já não são novidades entre os superluxuosos empreendimentos imobiliários que ocupam a exclusiva costa de Miami. Para seduzir o exigente público que pode pagar por uma unidade nos arranha-céus, projetos com serviços mais excêntricos são a aposta.

Leia mais...

vlt_bnds.jpgBNDES faz cartilha para gestores públicos
 
Dúvidas que administradores públicos e dirigentes de estatais possam ter em relação a custos, projetos, financiamento e modelos de sistemas mais adequados à demanda nas cidades serão esclarecidas pelo Guia de Mobilidade BNDES/Ministério das Cidades que será lançado até o final deste ano. Annie Amicci, gerente de Mobilidade e Logística do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) afirmou que a obra

Leia mais...

cape_town.jpgMaior museu de arte contemporânea da África abre as portas em Cape Town
 
O maior museu do mundo dedicado à arte contemporânea produzida por artistas africanos, o Zeitz Museum of Contemporary Art Africa (Zeitz MOCAA), será aberto ao público no dia 22 de setembro. Projetado pelo premiado Heatherwick Studio, de Londres, está localizado no V&A Waterfront, porto revitalizado que é um dos pontos mais visitados da Cidade do Cabo, atraindo cerca de 100 mil pessoa por dia.

Leia mais...

tbm_robbins.jpgTBMs Robbins modelo Slurry prontos para atacar na Linha 3 do  Metrô de Mumbai
 
A Primeira das 2 TBMs Slurry, uma máquina reformada de 6,65m de diâmetro, passou pelos testes de aceitação na fábrica em 4 de Setembro de 2017, em Singapura.  O equipamento, equipado com Cabeça de Corte e Carcaças Robbins, está destinado para a Linha 3 do Metrô de Mumbai de acordo com o contrato UGC03, para o Consórcio Dogus-Soma (DSJV) e irá começar a escavar em 2017. .

Leia mais...

enfil_solar.jpgEnfil traz para o Brasil sistema alemão que utiliza energia solar para secar lodo
 
Um dos grandes desafios no tratamento de esgoto é como lidar com as substâncias sólidas, mais especificamente, o lodo. "É como uma roupa molhada: quanto mais água tiver, mais pesada fica dificultando o armazenamento e o transporte", compara o alemão Wolfgang Brehm, diretor da IST Anlagenbau. A partir dessa lógica, sua empresa passou a desenvolver um sistema que permite secar

Leia mais...

delphi_iaa.jpgDelphi destaca soluções de mobilidade que tornam o mundo mais seguro, ecológico e conectado no Salão de Frankfurt - IAA
 
No Salão deste ano, a Delphi destaca a sua plataforma de direção autônoma - a plataforma de detecção, localização e planificação centralizadas o (CSLP) e mostrará como a empresa está adotando o caminho mais rápido para impulsionar a condução autônoma de uma forma segura. A Delphi recentemente anunciou parcerias chave para ajudar a acelerar o desenvolvimento de soluções para os veículos autônomos que sejam comercialmente viáveis.

Leia mais...

atephan_schaller.jpgDecisão sobre sucessão na Diretoria Executiva do Grupo Voith
 
O Comitê de Acionistas da Voith Management GmbH decidiu a respeito da sucessão do Dr. Hubert Lienhard, que ocupou, por um longo período, o cargo de Presidente e CEO da Diretoria Executiva. Stephan Schaller, atualmente membro do Comitê de Acionistas da Voith e chefe da divisão global de motocicletas do Grupo BMW, foi nomeado seu sucessor. Conforme planejado, Lienhard, que ocupava o cargo desde 2008, se aposentará em 2018, aos 67 anos, após o término de seu segundo mandato. A mudança na diretoria executiva acontecerá no dia 1º de abril de 2018.

Leia mais...

Construção

Transporte

Energia

Indústria/Tecnologia

Saneamento

Máquinas

Publicidade

Banner

Cotações


Bovespa 80.122,31
Dólar com.
R$ 3,6474
Euro R$ 4,2720
Ouro R$ 151,05
Data 24/05/2018

Newsletter

Vídeos

revista

638_capinha_1.jpgCAPA: ENGENHARIA ESPECIAL

Metrô de São Paulo 50 anos: A inovação dita o rumo

Pelo fio condutor da inovação tecnológica e comportamental, o Metrô de São Paulo se transformou não apenas num novo paradigma para a engenharia nacional, como incentivou condutas humanas exemplares, com reflexo direto sobre operadores, usuários e a sociedade em geral. A constituição da companhia aconteceu no dia 24 de abril de 1968 e as obras da Linha Norte-Sul (atual Linha 1-Azul) tiveram início oito meses mais tarde. Em 1972, as obras prosseguiam a todo vapor. Depois de meses de treinamentos e testes, um trem-protótipo realizou nesse mesmo ano a primeira viagem do Metrô entre as estações Jabaquara e Saúde. Dois anos depois começou a operação comercial, no trecho do Jabaquara à Vila Mariana. Seis meses antes disso, ainda em 1974, o Metrô iniciou um programa de treinamento com seus futuros usuários. O objetivo era habituar o público a fazer uso corretamente do então desconhecido meio de transporte, conscientizando a população sobre o valor de sua contribuição na conservação das instalações e dos equipamentos.

editorial _636.jpgPALAVRA DO PRESIDENTE

Nas eleições, a esperança de um Brasil melhor

Este ano é especial, pois teremos eleições. Antes de irmos às urnas, no entanto, precisamos refletir sobre o que queremos – e pensar o Brasil não apenas como um projeto de governo, mas de Estado. E como conseguiremos construir uma nação melhor? Acredito que o esforço de cada um de nós precisa se somar ao dos governantes para que, juntos, possamos caminhar rumo a um Brasil de sucesso.
Pensando nisso, as entidades da indústria, do comércio e de serviços – setores que respondem por uma parcela significativa do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e pela geração de milhões de empregos – se uniram para criar a Frente Reformar para Mudar.

Leia mais...

638_linha_frente.jpgLINHA DE FRENTE

É preciso encarar o Metrô como parte integrante do sistema estrutural de alta capacidade da RMSP

Alberto Epifani - Diretor de Planejamento e Expansão dos Transportes Metropolitanos do Metrô-SP

Segundo Alberto Epifani, fica cada vez mais evidente que a rede de metrô, quanto mais se expande, mais sinergia adquire com a rede de trens metropolitanos. “Os investimentos que vem sendo realizados há mais de 25 anos na modernização da rede da CPTM e na expansão do Metrô, colocaram as duas redes em patamares tecnológicos e operacionais muito semelhantes”.

638_entrevista.jpgENTREVISTA

“O Metrô planeja atrair mais receitas acessórias, via shoppings e assemelhados, mas que beneficiem também os usuários”

Paulo Menezes Figueiredo - Diretor-presidente da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô

Paulo Figueiredo comenta que quando o Metrô começou a operar havia dois horários de pico: pela manhã e no fim de tarde. Hoje são quatro horários de pico: os dois anteriores e mais o horário de almoço e o da noite, que é do estudante. Ele conta que depois das 10 da noite o Metrô precisa injetar mais trens na via porque há um número muito grande de usuários.

Artigos

Divisões Técnicas

Palavra do Leitor

Engenho&Arte

Memórias

Crônica

Opinião

Site Login