conexoes_700.jpgSão Paulo ultrapassa 700 conexões de micro e minigeração
 
São Paulo é o estado com o segundo maior número de conexões de micro e minigeração de energia no país. Houve um rápido crescimento dentro de um ano: são 711 conexões em agosto, contra as 106 ligações registradas na ANEEL em setembro de 2015, o que representa uma potência instalada de 3.405 kW.

Leia mais...

drr0004.jpgPEUGEOT apresenta três estreias mundiais e novas soluções de mobilidade no Salão do Automóvel de Paris 2016
 
Sucesso contínuo do PEUGEOT 308, best-seller da marca na Europa com até 20% dos modelos nos acabamentos GT Line, GT e GTi by PEUGEOT Sport. Sucesso do PEUGEOT 208, reestilizado no ano passado, com crescimento de 15% das vendas no ano passado na Europa,

Leia mais...

engenheiro_explica.jpgDispositivo de uso obrigatório no Brasil evita choques elétricos em crianças. Porém, não é utilizado na maioria das construções
 
Dispositivo pode evitar 100% das mortes por eletricidade. Fio desencapado na boca, dedinho na tomada ou na geladeira: todas estas condições não causariam nenhuma morte caso os brasileiros cumprissem uma norma que torna obrigatório o uso de um aparelho chamado Dispositivo Diferencial Residual (DR).

Leia mais...

volvo_autonomo.jpgVolvo Construction Equipment apresenta seus protótipos de máquinas autônomas
 
A Volvo Construction Equipment apresentou seus protótipos de carregadeira de rodas autônoma e de caminhão articulado. Reconhecida mundialmente por seus produtos inovadores, a empresa fez uma demonstração dos dois protótipos trabalhando juntos em Eskilstuna, na Suécia, durante o Forum Xploration, evento de tecnologia e inovação da Volvo CE.

Leia mais...

or_atrative.jpgOdebrecht Realizações Imobiliárias entrega o Atrative Vila Mariana, que reúne town houses e apartamentos no mesmo condomínio
 
Empreendimento possui as certificações ambientais Selo AQUA, da fundação Vanzolini, e a Haute Qualité Environmentale, concedida pelo órgão francês Cerway. A Odebrecht Realizações Imobiliárias (OR) entrega hoje, dia 29 de setembro, o Atrative Vila Mariana, empreendimento residencial localizado em uma das regiões mais valorizadas de São Paulo.

Leia mais...

case_retroconect.jpgCASE lança série especial de retroescavadeira com monitoramento integral
 
580N Connect sai de fábrica com uma gama de opcionais que possibilitam a gestão na ponta dos dedos. A Case Construction Equipment lança uma série especial da retroescavadeira 580N como parte das comemorações pelo recorde de 30 mil unidades do modelo já vendidas no Brasil.

Leia mais...

prysmian_solar-impulse.jpgPrysmian traz ao Brasil tecnologia de cabeamento utilizada no avião Solar Impulse
 
Subsidiária brasileira lança Afumex Solar para atender mercado de R$ 620 milhões no País. A volta ao mundo do Solar Impulse, aeronave movida a energia solar, contou com a tecnologia de cabos aeroespaciais do Grupo Prysmian, líder global em cabos e sistemas para os setores de energia e telecomunicações, para completar o trajeto de 42 mil km de voo em quatro continentes do planeta.

Leia mais...

Construção

Transporte

Energia

Indústria/Tecnologia

Saneamento

Máquinas

Publicidade

Banner

Cotações


Bovespa 58.367,05
Dólar com.
R$ 3,2504
Euro R$ 3,6663
Ouro R$ 139,00
Data 30/09/2016

Newsletter

Vídeos

revista


capinha_631.jpg
ENGENHARIA ESPECIAL: AGROLOGÍSTICA

Rota para o futuro: Desenvolvimento Nacional pela Agrologística

O foco principal da matéria de capa desta edição é o Programa de Ocupação do Território Nacional pela Ferrovia em associação com o Agronegócio, elaborado pelo Instituto de Engenharia com base no trabalho realizado por um think tank formado por especialistas de várias áreas de conhecimento. O trabalho aponta que o sistema agroprodutor do Matopibamigo (Maranhão, Tocantins, Piauí, Oeste da Bahia, Norte de Minas e Leste de Goiás) é atualmente o mais promissor polo produtor de grãos do país e propõe total prioridade ao desenvolvimento da área de influência da Ferrovia Norte-Sul/ Tramo Norte, estabelecida como o eixo estrutural. De seu lado, os especialistas em transporte ferroviário alertam para a necessidade de se estabelecerem políticas e ações que priorizem os trilhos na matriz de transportes brasileira, uma vez que no país imperam as rodovias, com implicações negativas de vários tipos. Ou seja, a reduzida participação das ferrovias na matriz traz um grande prejuízo à economia brasileira.
Se o Brasil alcançasse um maior equilíbrio em sua matriz de transportes o país poderia ser colocado em um novo patamar de desenvolvimentos.

itorial Eng 614.jpgPALAVRA DO PRESIDENTE

Desafios para a expansão da malha ferroviária brasileira

O Instituto de Engenharia vem trabalhando em profundidade em um Plano Nacional de Ocupação do Território Brasileiro pela Ferrovia, Associada ao Agronegócio. Inúmeras são as razões para justificar este trabalho, mas basta examinarmos o enorme dinamismo da produção agropecuária, seu potencial crescimento e a carência mundial por alimentos.
Para a elaboração desse Plano, discutimos os potenciais vetores de crescimento e vocação das áreas ainda pouco ocupadas, e desenvolvemos um Termo de Referência para estes trabalhos, e que já foi apresentado em Brasília, em duas ocasiões, para diversas autoridades ligadas ao assunto, em especial àqueles que cuidam do Programa de Parceria de Investimento (PPI).

Leia mais...

631_linha.jpgLINHA DE FRENTE

“Nós, os ruralistas, temos que melhorar a nossa inserção nas discussões nacionais”

Roberto Rodrigues - Coordenador do Centro de Agronegócios da FGV (GVagro) e ex-ministro da Agricultura

Na visão de Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura, é preciso que se amplie o sentido de um corriqueiro conceito ainda em voga e, ao mesmo tempo, que se perceba a sutileza em que tal alteração implicaria. A saber: os agentes do agronegócio precisam se inserir mais vigorosamente nas discussões dos grandes assuntos nacionais, porque antes de eles serem produtores rurais brasileiros, eles são brasileiros produtores rurais. “Nós passamos uns 40 anos defendendo uma estratégia para o agronegócio – crédito rural, seguro rural, estrutura logística para o agro, política trabalhista para o agro, e assim por diante.

631_entrevista.jpgENTREVISTA

“O avanço ferroviário que o país precisa”

Jean Carlos Pejo - Diretor do Idestra e secretário geral da Alaf Brasil

Para o diretor do Idestra e secretário geral da Alaf Brasil, Jean Carlos Pejo, os novos empreendimentos ferroviários que vierem a acontecer no Brasil deveriam estar especialmente associados à expansão do agronegócio na fronteira agrícola e ao planejamento logístico necessário para tornar esse desenvolvimento bem-sucedido. Pelos seus cálculos, a ocupação do território nacional pela ferrovia estaria destinada a gerar como subproduto a criação de cidades inteligentes. Especialista respeitado em assuntos ferroviários, Pejo sustenta que o país precisa ser mais competitivo. Afinal o Brasil gasta 20%  do seu PIB com distribuição de produtos como soja, extração mineral e outros,  enquanto a Alemanha e o Japão gastam 13% e os Estados Unidos apenas 12%.

Artigos

Divisões Técnicas

Palavra do Leitor

Engenho&Arte

Memórias

Crônica

Opinião

Site Login