Sabesp 05-2022Sabesp 20 anos na NYSE é modelo de sucesso no setor de saneamento

Por Benedito Braga*

O Novo Marco Legal do Saneamento, de 2020, tornou o setor mais aberto e competitivo, com oportunidades, mas também obrigações e metas claras para as prestadoras de serviço. Essa mudança exige uma evolução de todo o setor não apenas na área técnica, mas também em estrutura de governança para atrair os recursos privados e públicos necessários aos investimentos demandados.

Leia mais...

YOU.ONEmpresa brasileira vai ao maior evento da Europa para a indústria de energia em busca de novos negócios

.Representantes da YOU.ON participam da The smarter E Europe, na Alemanha, para trazer soluções de ponta ao mercado brasileiro e latino-americano.

.Para o CEO da empresa, Giorgio Seigne, usinas renováveis com sistemas de baterias elevam segurança e suprimento energético do setor produtivo e dos cidadãos no País. 

Leia mais...

FPT INDUSTRIAL 05-2022FPT INDUSTRIAL, PRESENTE NA AGROTINS 2022, FORNECE A ENERGIA PARA O AGRONEGÓCIO

.Motores FPT N67, Cursor 13 e o Original Reman para máquinas agrícolas são apresentados na feira em Palmas (TO), de 10 a 14 de maio.

.Público pode conferir portfólio da marca nos espaços da Grão de Ouro, concessionário New Holland Agriculture, e Covezi, concessionário IVECO.

Próxima do produtor rural, a FPT Industrial leva à Agrotins 2022 a energia para o agronegócio. Leia mais...

ArcelorMittal 29-04-22ArcelorMittal Brasil obtém melhor resultado de sua história

Produtora de aço alcançou lucro líquido de R$ 12,8 bilhões e receita líquida de R$ 69 bilhões em 2021.

A ArcelorMittal Brasil divulgou nesta sexta-feira (29/04) os resultados operacionais e financeiros referentes a 2021. Trata-se da melhor performance da operação brasileira em um ano histórico, no qual a empresa consolidou ainda mais a sua liderança, comemorou os 100 anos do segmento de aços longos no país e foi pioneira na implantação da maior planta de dessalinização de água do mar para fins industriais do Brasil.  Leia mais...

AgileanINTELIGÊNCIA ARTIFICIAL DA AGILEAN AUMENTA AGILIDADE NOS CANTEIROS DE OBRA

A plataforma é a primeira do Brasil a fazer a integração entre BIM e Lean Construction
A construção civil está entre os setores que apresentam os menores índices de produtividade, segundo estudo da consultoria McKinsey Brasil. Ao avaliar 100 megaprojetos no país, 80% tiveram aumento nos custos e atrasos de quase 20 meses na entrega. Globalmente, a McKinsey constatou que a produtividade no setor evoluiu apenas 1% ao ano nas últimas duas décadas, enquanto a indústria de forma geral cresceu 3,6% ao ano.  Leia mais...

HM Engenharia 04-2022HM Engenharia registra alta de 23% na receita líquida em 2021 e reforça o landbank com aquisição de R$ 1,8 bilhão em VGV 

Lucro líquido cresceu 103%, chegando a R$ 19 milhões no ano passado.
A HM Engenharia, construtora e incorporadora do Grupo MOVER com 45 anos de atuação no segmento residencial com foco em empreendimentos econômicos, registrou em 2021 resultados que indicam o acerto de sua estratégia de crescimento. Em ano ainda marcado pela pandemia, a empresa divulgou vendas no valor de R$ 511 milhões, com 2.560 unidades habitacionais comercializadas. Leia mais...

Case IH Fazenda ConectadaMáquinas CASE chegam à Fazenda Conectada Case IH

Equipamentos passam a integrar a frota local dando suporte à logística e manutenção da propriedade rural.

A CASE Construction Equipment, marca da CNH Industrial, entrega três novas máquinas para a Fazenda Conectada Case IH, localizada na cidade de Água Boa, no estado de Mato Grosso. A nova frota de equipamentos de construção chega à fazenda com o objetivo de contribuir com a logística e a manutenção da propriedade. 

Leia mais...

Construção

Transporte

Energia

Indústria/Tecnologia

Saneamento

Máquinas

Publicidade

Banner

Cotações

Livro Técnico

Banner

Newsletter

Vídeos

Logo BRASIL ENGENHARIA NOVO copy

Capa 005

BRASIL ENGENHARIA CAPA - ESPECIAL INFRAESTRUTURA

CONCESSÕES: A SALVAÇÃO DAS RODOVIAS BRASILEIRAS

Um grande paradoxo norteia as rodovias brasileiras, responsável por mais de 60% do transporte de cargas no Brasil. Apesar da sua importância, recebeu baixos investimentos nos últimos anos e registrou piora em sua qualidade, especialmente entre as públicas, como revela a 24ª Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT). O lado bom é que o Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, promete que 2022 será o ano em que o maior número de ativos rodoviários será transferido para a iniciativa privada por meio de concessões, com investimento previsto de 120 bilhões de reais. 
Grandes leilões já foram realizados em 2021, sendo o maior deles o da Nova Dutra, com investimento próximo de 15 bilhões de reais. Mas o que vem em 2022 promete ser muito maior.
Um ponto sobre o qual é difícil encontrar quem discorde é sobre a necessidade das concessões para melhorar as rodovias.

ENTREVISTA - MILTON ROBERTO PERSOLIBRASIL ENGENHARIA | ENTREVISTA

NOVOS CONTRATOS DE CONCESSÃO EM SÃO PAULO PREVEEM REVISÃO QUADRIENAL, MAIS TECNOLOGIA E REDUÇÃO DE CARBONO

MILTON ROBERTO PERSOLI - Diretor Geral da Artesp

Estão em São Paulo as 14 melhores rodovias brasileiras, de acordo com a 24ª Pesquisa Rodoviária da Confederação Nacional do Transporte (CNT) – divulgada em dezembro de 2021, sendo 13 concedidas e uma administrada pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Por meio do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) regula e fiscaliza cerca de 11 200 quilômetros de rodovias concedidas, distribuídos entre 20 concessionárias. Diretor-geral da agência há quase dois anos, Milton Roberto Persoli, profissional com vasta experiência no setor público e de transporte, incluindo quase três décadas dedicadas à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), avalia que o bom desempenho das rodovias concedidas em São Paulo se deve, primordialmente, a dois fatores: pioneirismo na concessão e o aprimoramento dos contratos.

LIDERANÇA EM FOCO - MARCO AURÉLIO DE BARCELOS SILVABRASIL ENGENHARIA | LIDERANÇA EM FOCO

“NÓS TESTEMUNHAMOS O ESTADO DA ARTE EM MODELO REGULATÓRIO DE CONCESSÃO NO BRASIL”

MARCO AURÉLIO DE BARCELOS SILVA - Diretor-presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR)

O modelo de concessões rodoviárias no Brasil chegou a um amadurecimento institucional, de regulação e de fiscalização de contratos que o coloca próximo ao formato ideal e é um exemplo para o mundo, afirma o diretor-presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), Marco Aurélio de Barcelos Silva, em entrevista exclusiva à Revista BRASIL ENGENHARIA. Barcelos fez uma análise das concessões rodoviárias, desde o seu início, e observa que além dos progressos adquiridos ao longo de mais de duas décadas, o Brasil tem um dos maiores programas de concessão rodoviária do mundo, que desde 1995 permitiu um investimento de 283 bilhões de reais. “Não há orçamento público que tivesse condições de suportar todo esse volume de investimentos. É um volume extraordinário sob o ponto de vista fiscal”, destaca Barcelos.

 

Artigos

Livros Técnicos

Espaço Leitor

Arte&Vinho

Ciência & Talento

Cenas da Vida

Ponto de Vista

Site Login