ksb_mdxforcove.jpgKSB Brasil exibe bomba recém nacionalizada na Exposibram 2015
 
Com produção local, fabricante eleva competitividade e passa a atender todas as classes de serviços para bombas de polpa. Para a 16ª edição da Exposibram - Exposição Internacional de Mineração e ao Congresso Brasileiro de Mineração, a KSB Brasil selecionou a bomba LSA recém nacionalizada e vai exibi-la durante o evento bienal a ser realizado entre os dias 14 e 17 de setembro, em Belo Horizonte (MG), pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM).

Leia mais...

bmc_hyundai_feirao1.jpgBMC-Hyundai promove 3° edição do Feirão de Seminovos
 
Empresa oferece até 50% de desconto na venda de equipamentos seminovos, incluindo escavadeiras, pá carregadeiras, tratores de esteira, caminhões, retroescavadeiras, motoniveladoras e empilhadeiras. Entre os dias 3 e 4 de setembro, a BMC-Hyundai realiza a terceira edição do Super Feirão de Máquinas Seminovas. O evento, que será sediado na filial de Osasco (SP), abrange todo o território nacional, uma vez que acontece em conjunto com o Portal Pesados Online, canal direto de classificado de máquinas seminovas Hyundai e de outras marcas.

Leia mais...

perfil_aminado.jpgPerfis Laminados Gerdau passam a ser certificados conforme norma NBR 15980
 
A linha de Perfis Laminados para uso estrutural da Gerdau conquistou uma nova certificação. A partir de agora, produtos como Cantoneiras, Perfil U, Perfil I, Perfil T, Perfil W e Perfil H passarão a contar com o selo NBR 15980, da ABNT, que padroniza as dimensões e tolerâncias de perfis laminados a quente para uso estrutural.

Leia mais...

jlr_transparent.jpgJaguar Land Rover desenvolve tecnologia de reboque transparente para mais segurança e controle da carga
 
A Land Rover está desenvolvendo uma tecnologia conceito de reboque transparente capaz de eliminar totalmente ponto cego criado ao rebocar um trailler. Esta perspectiva transparente permitiria ao condutor ver claramente os veículos que se aproximam por trás, reforçando também a sua confiança ao melhorar a visibilidade durante as manobras.

Leia mais...

digicon_dgate2.jpgGrupo Digicon expõe linha de automação para transporte público no Seminário Nacional NTU 2015
 
Validadores eletrônicos, sistema de passagem e terminais auto-atendimento para pagamento. Estas serão algumas das atrações tecnológicas de última geração para o transporte público que o Grupo Digicon irá expor no Seminário Nacional NTU 2015. Promovido pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros Urbanos, o evento acontece nos dias 1º a 3 de setembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Leia mais...

aqua_itaoca_ofsshore.jpgAQUA-Portos: Fundação Vanzolini e USP certificam o 1º Projeto de Porto Sustentável do Brasil

Itaoca offshore, no espírito santo, obtém certificação Aqua pela Fundação Vanzolini com parceria do Centro de Inovação em Logística e Infraestrutura Portuária (CILIP) da USP. Se as obras de infraestrutura são fundamentais para promover o crescimento da economia do país, elas podem representar grandes impactos se não forem concebidas seguindo parâmetros ambientais, de desenvolvimento das comunidades locais, saúde e segurança das operações a que se destinam.

Leia mais...

uge_floripa.jpgFlorianópolis é a primeira cidade no Brasil a ter hélice éolica igual a da Torre Eiffel
 
A França fará a aguardada conferência mundial do clima em dezembro próximo na “cidade luz” Paris. No primeiro andar da torre Eiffel  funcionam duas turbinas eólicas para dar exemplo ao mundo e iluminar as áreas comerciais da torre com energia 100% limpa e plenamente renovável.

Leia mais...

Construção

Transporte

Energia

Indústria/Tecnologia

Saneamento

Máquinas

Publicidade

Banner

Cotações


Bovespa 45.651,23
Dólar com.
R$ 3,7510
Euro R$ 4,2146
Ouro R$ 135,00
Data 02/09/2015

Newsletter

Vídeos

revista


625_capinha.jpg
ESPECIAL CAPA: CRISE HÍDRICA

O futuro do  abastecimento

Por meio de ações emergenciais, caso da interligação dos sistemas Rio Grande e Alto Tietê, e obras estruturantes – como o novo Sistema São Lourenço e a interligação da represa Jaguari (bacia do Rio Paraíba do Sul) com a represa Atibainha (bacia do Sistema Cantareira) –, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), tenta vencer a crise hídrica e ao mesmo tempo aumentar a oferta de água na Região Metropolitana de São Paulo daqui para frente. Essas iniciativas fazem parte dos esforços da companhia – que incluem obras de reforço de adutoras e elevatórias para aumentar o volume de transporte de água – visando integrar o sistema metropolitano e torná-lo mais flexível e resistente. Outra realização nessa mesma linha: instalação de membranas ultrafiltrantes na obra de ampliação da Estação de Tratamento de Água do Alto da Boa Vista (ETA-ABV) do Sistema Guarapiranga. Nesse caso, o aumento de produção de água tratada ajudará a reduzir a retirada do Sistema Cantareira, permitindo ao Guarapiranga avançar em novas áreas, principalmente na região da Avenida Paulista.

itorial Eng 614.jpgPALAVRA DO PRESIDENTE

Valorização da engenharia

Como engenheiro e presidente do Instituto de Engenharia – entidade centenária voltada à defesa e ao futuro da engenharia brasileira – tenho agido no sentido de buscarmos soluções para várias questões de nossa sociedade, naquilo que se refere aos aspectos de progresso e desenvolvimento para a melhoria da qualidade de vida.
Ultimamente as discussões têm se intensificado. É sabido que a engenharia, e por consequência os engenheiros, encontra-se diante de situações delicadas e que trazem incompreensões para a nossa profissão. Mas, quando nos aprofundamos nestes assuntos, fica claro que a responsabilidade por estas situações não podem ser atribuídas à engenharia ou aos engenheiros.
A engenharia sempre foi um sinônimo de desenvolvimento, mas não tem sido utilizada corretamente nos últimos tempos. Atravessamos um período de 25 anos de falta de investimento e baixa eficiência nos projetos em geral e particularmente em obras de infraestrutura no Brasil.

Leia mais...

linha_625.jpgLINHA DE FRENTE

“Interlocução adequada com a ANA e com os usuários de água para vencer desafios”

Ricardo Daruiz Borsari - Superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) 

Na visão do engenheiro Ricardo Daruiz Borsari, superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) pela segunda vez – a primeira foi de setembro de 2001 a fevereiro de 2007 –, a situação dos recursos hídricos no Estado de São Paulo e, em particular, nas regiões metropolitanas, exige ações firmes, transparentes, com interlocução adequada, frequente e objetiva com os usuários, a Agência Nacional de Águas (ANA) e outras esferas de governo. “É o que estamos procurando implementar, uma vez que os desafios que estamos enfrentando, e vencendo, não são pequenos”, destaca Borsari. Segundo ele, do ponto de vista hidrometeorológico as pouquíssimas precipitações da estação chuvosa 2013-2014, com ênfase na Região Sudeste – e particularmente na área de abrangência do Sistema Cantareira –, constituíram um duro golpe para o sistema de abastecimento de água às populações.

entrevista_625.jpgENTREVISTA

“É preciso investir no planejamento
de médio e longo prazos do setor hídrico”

Paulo Ferreira - Secretário Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades

Segundo o engenheiro Paulo Ferreira, secretário nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, a crise de escassez hídrica coloca novamente a discussão sobre os reservatórios de armazenamento de água. Ele acha que a situação atual do Brasil, caso não se observem as chuvas históricas esperadas, levará à necessidade de novos investimentos em obras de infraestrutura para o aumento das capacidades de reserva de água ou mesmo a busca por novos mananciais mais distantes dos centros de consumo. Em sua visão essa questão é polêmica por vários impactos, entre eles o ambiental. “Em decorrência da priorização do abastecimento humano é preciso que tal discussão seja mais objetiva”, diz, acrescentando que como consequência disso há a necessidade de conscientizar sempre a população sobre o uso racional da água, incentivando a redução do consumo e a não utilização da água potável para fins menos nobres, como lavar calçadas.

Artigos

Divisões Técnicas

Palavra do Leitor

Engenho&Arte

Memórias

Crônica

Opinião

Site Login