eventos

Eventos

15/08/2019 - Concrete Show 2019 começa com expectativa de crescimento para a construção

 

Participantes da feira e autoridades destacam retomada econômica do setor.
Empresários participam de Fórum de Negócios e confirmam aquecimento da atividade.

Começou nesta quarta-feira (14/8) a 12ª edição do Concrete Show South America, ponto de encontro das cadeias construtivas globais do cimento e do concreto. Realizada pela primeira vez pela Informa Markets, o que levou a feira a integrar o World of Concrete, o evento é tradição em soluções e inovações para o mercado da construção. Essa edição traz mais de 350 marcas expositoras de mais de 50 segmentos diferentes e deve reunir cerca de 18.500 pessoas nos três dias de atividades.

O evento acontece em meio a indicativos claros de retomada da atividade na construção civil, setor que representa 6,2% do PIB nacional e 7,3% da mão de obra brasileira, de acordo com projeção divulgada pelo Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Segundo a entidade, a expectativa para este ano é de que o Produto Interno Bruto (PIB) da construção civil brasileira cresça 2%.

As vendas de cimento, um dos principais insumos deste mercado, também voltaram a crescer no Brasil. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC), somente em abril deste ano, 4,4 milhões de toneladas do produto foram comercializadas no País, um aumento de 0,2% em relação ao mesmo mês de 2018. No acumulado de janeiro a abril a alta é ainda maior, totalizando 17 milhões de toneladas, um acréscimo de 0,9% sobre o mesmo período do ano anterior.

Na cerimônia de abertura do Concrete Show, o presidente da Informa Markets, Marco Basso, ressaltou o desejo da organizadora em investir no setor de infraestrutura. "Esse mercado sofreu muito nos últimos anos, mas tem uma demanda latente e isso me deixa positivo nos rumos que a construção vem tomando. Por isso, aproveitem a feira que é um excelente ambiente para fechar negócios, buscar inovação e capacitação", disse.

Presente à abertura do evento, o presidente da ABCP e do SNIC, Paulo Camillo Penna, ressaltou a preocupação da indústria cimenteira com os recursos sustentáveis. Lembrou que o Brasil foi o segundo país do mundo a implementar o Mapeamento Tecnológico do Cimento sobre a mitigação das emissões de CO² no processo de fabricação do produto até 2050. Enquanto o setor cimenteiro responde por 7% das emissões de CO² no mundo, o Brasil tem um percentual de apenas 2,6%, um dos menores a nível global. A empresa também adotou recentemente um plano estratégico que substitui o uso de combustíveis fósseis nos fornos de cimento por alternativos, feitos, por exemplo, por biomassa, resíduos industriais, pneus, lodos de saneamento, entre outros.

Durante a abertura, Camillo Penna firmou ainda, junto à Escola Politécnica e à Agência USP de Inovação, um termo de cooperação técnica para estudar, elaborar e promover a inovação na cadeia produtiva da construção.

Homenagem a Benedito Abbud – O Concrete Show abriu espaço para homenagear Benedito Abbud, renomado arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), na qual foi professor na disciplina de paisagismo de 1980 a 1985. Com mais de 40 anos de carreira na área paisagística, Abbud também ministrou aulas na Faculdade de Arquitetura da PUC – Campinas de 1977 a 1981 e é pós-graduado e mestre pela FAU-USP. Em seu discurso, Abbud se emocionou. "Agradeço a esse importante setor da economia e à ABCP por estar sempre aberta a novidades. Estou honrado por receber uma homenagem de um setor tão importante".

A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, participou da abertura representando o governador João Doria. Patrícia parabenizou as iniciativas do evento e lembrou que é muito importante a cooperação entre universidades e indústria para a inovação e pesquisa. A secretária também é otimista quanto ao crescimento no setor, que deve gerar ainda mais empregos para São Paulo. "A mudança já começou; a retomada econômica já é realidade. São Paulo representou 40% da geração de novos empregos no Brasil no primeiro semestre deste ano. Foram 150 mil empregos formais, o que me dá entusiasmo para falar de crescimento econômico".

Também participaram da abertura do encontro: José Lindoso de Albuquerque Filho, secretário Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos do Ministério do Desenvolvimento Regional; Marcos Penido, secretário de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo; Itamar Borges, Deputado Federal e Presidente da Frente Parlamentar da Indústria da Construção; e Marcos Nogueira Martins, coordenador da Agência USP de Inovação, representando o reitor e professor Dr. Vahan Agppyan.

O Concrete Show South America vai até sexta-feira (16/8) e continua recebendo autoridades, empresários e trabalhadores do setor. Quem visitar a feira poderá ver, ao vivo, procedimentos em andamento, como a construção das Calçadas de Miami e a produção de paredes de concreto. Para quinta-feira (15/8) o destaque é o seminário "Soluções para Cidades - Ruas do Futuro", no qual serão conhecidos os vencedores do 5º prêmio Soluções para Cidades, do 2º concurso Concrete Show e do 32º Concurso do Portal projetar.org.

 

Serviço

12º Concrete Show

Data: De 14 a 16 de agosto de 2019.

Horário: Dia 14 – Das 13 às 20 horas / Dias 15 e 16 – Das 10 às 20 horas.

Local: São Paulo Expo.

Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, Vila Água Funda – São Paulo-SP.

24/06/2019 - IoT no monitoramento de barragens é tema de palestra de Hélio Samora no evento da Abinc

 

O diretor geral da Industrial IoT Solutions irá demonstrar como as soluções tecnológicas de ponta podem prevenir acidentes e evitar perdas de vidas humanas.

A extração de minérios é uma atividade essencial e que requer, cada vez mais, o uso de tecnologias inovadoras para minimizar riscos e danos ao ser humano e ao meio ambiente. Nos últimos anos, as empresas do setor de mineração têm investido em soluções para melhorar o monitoramento e aumentar a segurança das barragens no sentido de diminuir a ocorrência de acidentes, mas, mesmo assim, muitos desses sistemas não oferecem visibilidade do que ocorre nas operações em tempo real. Essa e outras questões serão abordadas por Hélio Samora, diretor geral da Industrial IoT Solutions, na palestra “Uso de IoT para salvar vidas no monitoramento de barragens”, que será apresentada na próxima terça-feira (25 de junho), às 17h10, no evento Abinc Summit - Conexão IoT, promovido pela Associação Brasileira de Internet das Coisas (Abinc) em São Paulo.

Na avaliação do empresário, vários acidentes recentes poderiam ter evitado a perda de centenas de vidas se tivesse sido instalado nesses locais um sistema mais eficaz de monitoramento e alerta. “As soluções que estão sendo utilizadas pelas mineradoras baseiam-se em transferência e tradução de dados de sensores e em tecnologias obsoletas, e também geram uma grande quantidade de dados de difícil leitura e interpretação”. Samora destaca que, na prática, esses sistemas geram gráficos pobres que dificultam a visualização do que de fato está acontecendo em campo. Na palestra, o empresário fará um comparativo entre essas soluções e a da sensemetrics, da qual a Industrial IoT Solutions é distribuidora para a América Latina, e que representa um novo paradigma para a área de mineração. “Vou mostrar o caso de uma mineradora de Nevada, nos EUA, que comparou a solução da sensemetrics com a de outro fornecedor que já estava instalada na empresa. O sistema da sensemetrics alertou para um potencial problema em tempo muito menor que o do outro sistema. Se esse problema fosse um rompimento de barragem, inúmeras vidas teriam sido poupadas com o alerta antecipado pela solução da sensemetrics porque, nesses casos, segundos fazem a diferença”, exemplifica Samora.

Trata-se de uma solução end-to-end que permite a captura completa de dados de sensores, com padronização e visualização por meio de inteligência de dados em tempo real. Diferenciada por ser uma arquitetura 100% baseada em nuvem, a plataforma de Internet das Coisas (IoT) reduz o custo e a complexidade de implementação em ambientes de mineração, eliminando a necessidade de customizações e serviços demorados e caros. “É uma solução que permite tomar decisões e ações em questão de segundos, e que no final salvam vidas, o que justifica o slogan Change before you have to – Mude antes que seja obrigado a fazê-lo”, salienta Samora.

O empresário explica que a solução de IoT permite retirar dados dos sensores, os quais são enviados para a plataforma em nuvem da sensemetrics e em seguida para os sistemas de aplicação e análise, sem necessidade de conversão dos dados, evitando perdas de informação e erros humanos. “É uma solução criada na nuvem que possibilita o uso de modernas arquiteturas de forma rápida e escalável, permitindo o monitoramento do que está ocorrendo na operação de mineração em tempo real e o acesso às informações em um único sistema, dispensando a necessidade de ter pessoas em campo para atualizar calibração e fazer a leitura dos sensores. Dessa forma é possível reduzir consideravelmente os custos de manutenção e de propriedade do sistema”, destaca Samora. No Brasil, segundo o empresário, há um grande mercado potencial para utilização dessas soluções e é nesse sentido que a Industrial IoT Solutions pretende atuar de forma direta e por meio de parceiros estratégicos.

 

Sobre a Industrial IoT Solutions
A Industrial IoT Solutions é uma distribuidora de soluções de tecnologia da informação focada em entregar soluções comprovadas de IIoT (Industrial Internet of Things) na América Latina. O foco da Industrial-IoT Solutions é distribuir as soluções de fornecedores-chave já validadas principalmente nas áreas de manufatura, mineração, construção civil e de petróleo e gás. Nesse sentido, já firmou acordo com a Hexagon (da qual Samora foi presidente da Divisão Mining) para distribuir e integrar suas soluções nas áreas de manufatura, petróleo e gás, e indústrias de processo. A empresa também distribui as soluções da sensemetrics (da qual foi vice-presidente de Vendas) para as áreas de mineração, geotécnica e construção civil; e recentemente firmou acordo com a Oden Technologies, focada em soluções para automação de processos industriais. Com mais de 30 anos de histórico de sucesso, a equipe da empresa trabalha em estreita colaboração com os clientes para implementar soluções inovadoras com sucesso e entregar o ROI esperado.
https://i-iotsolutions.com

 

Serviço
Abinc Summit - Conexão IoT
Data: 25 e 26 de junho, das 9h00 às 20h00
Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel
Av. das Nações Unidas, 12559 – Brooklin – São Paulo/SP
Sala R19 (Chagall) – Acesso pelo elevador do Lobby, piso M
Informações: https://abinc.org.br/summit/o-evento/

24/06/2019 - Instituto Mauá de Tecnologia levará robôs para preparar cafezinhos durante a FISPAL Tecnologia

 

Em parceria com a Nescafé Dolce Gusto, Mitsubishi e Boomera, a ideia é promover uma discussão sobre tecnologia, tomando um bom café.

São Paulo, junho de 2019 - O Instituto Mauá de Tecnologia marcará presença na FISPAL Tecnologia 2019, que acontece de 25 a 28 de junho, no São Paulo Expo. Em parceria com as empresas Nescafé Dolce Gusto, Mitsubishi Electric e Boomera, a instituição criará em seu estande um ambiente, onde os convidados poderão se sentir à vontade para discutir sobre tecnologia, apreciando um bom café.

"Nosso objetivo é convidar os visitantes do evento para um café, enquanto identificamos oportunidades de melhorias nas operações de suas empresas. Pretendemos usar a tecnologia para convidá-los a planejar suas jornadas rumo ao futuro e dizer que podem contar com a Mauá nesse processo", afirma o prof. Antonio Cabral, coordenador do curso de Engenharia de Produção do Instituto Mauá de Tecnologia.

O convidado poderá escolher entre as três opções de cápsulas que estarão disponíveis e, se permitir, ser fotografado. Após isso, um robô da Mitsubishi Electric de seis eixos, modelos RV-AFR, pegará a cápsula escolhida, colocará na máquina de café e acionará. Quando o café ficar pronto, um outro robô também da empresa, pegará o copo e colocará num equipamento que vai imprimir a fotografia do visitante na espuma, feita com insumos comestíveis. Por fim, a bebida será entregue para a pessoa degustar por um robô.

"Estamos muito felizes com a parceria da Mauá, que já vem de longa data. A feira é uma oportunidade valiosa para mostrarmos a qualidade e excelência de nossas soluções a um público extremamente qualificado. Esperamos que todos possam passar pelo estande e conferir de perto a tecnologia de ponta que oferecemos em conjunto", afirma Hélio Sugimura, gerente de Marketing da Mitsubishi Electric.

Todo processo levará em torno de quatro minutos e, ao final, o robô irá descartar a cápsula em um recipiente apropriado para posterior transformação em itens com valor agregado, utilizando a tecnologia desenvolvida pela Boomera. "A nossa ideia é mostrar para o consumidor o que acontece desde o momento que ele descarta a cápsula em um ponto de coleta da Nescafé Dolce Gusto, até ela chegar na Boomera e ser reciclada, transformando-se em um novo produto. É a junção do café, com a tecnologia e a sustentabilidade", destacou Gustavo Fonseca, responsável pela conta da Nescafé Dolce Gusto na Boomera.

Segundo Tiago Buischi, gerente sênior de Marketing da Nescafé Dolce Gusto, a marca tem um DNA focado em inovação e tecnologia. "Apoiar esse tipo de iniciativa faz parte do nosso negócio. Investimos em tecnologia também para a reciclagem das cápsulas e nos próximos meses lançaremos um coletor de cápsulas usadas que dará pontos para o consumidor em nosso site, e esses pontos poderão ser trocados por produtos", afirma.

Para o prof. Cabral, a expectativa da Mauá em relação à participação na FISPAL Tecnologia é grande, porque a ideia é mostrar que é possível usar a tecnologia para aumentar a competitividade sem deixar de entender que todos (empresas e pessoas), são usuários dessas tecnologias. "Para cada empresa é possível estabelecer um caminho, uma jornada, que não necessariamente exigirá investimentos vultuosos. Os primeiros passos são simples e a Mauá, como uma das instituições pioneiras na implantação do pensamento 4.0, pode auxiliar nesse caminho e ajudar a atingir, no futuro, o estágio 4.0", destaca o professor.

 

SERVIÇO
FISPAL TECNOLOGIA 2019
Data: 25 a 28 de junho
Horário: 13h às 20h
Local: São Paulo Expo
Endereço: KM1,5, Rod. dos Imigrantes - Vila Água Funda
Informações: www.fispaltecnologia.com.br/pt/a-feira.html

 

21/09/2017 - Conferência Brasileira de Estabilidade de Encostas acontece em novembro em Florianópolis
 
O  desastre natural e os deslizamentos provocados pelas chuvas intensas registradas em 2008 em Santa Catarina é o foco principal da COBRAE 2017, evento nacional que se realiza em Florianópolis, no Costão do Santinho Resort, entre os dias 2 a 4 de novembro de 2017.
 
Os movimentos de terra como deslizamentos e erosões no solo e os progressos técnicos dos últimos anos estão entre os temas a serem discutidos na  Conferência Brasileira de Estabilidade de Encostas. Em sua sétima edição, a COBRAE 2017 já tem data marcada e acontece de 02 a 04 de novembro, em Florianópolis (SC),  no Costão do Santinho Resort. A organização fica por conta da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (Núcleo  PR e SC).
 
A programação do evento inclui palestras com grandes nomes da geotecnia brasileira e internacional para o público acadêmico e profissional. A abordagem ainda compreende temas técnicos, análise e estudo de taludes e encostas, assuntos relacionados à normatização, novos instrumentos e à atuação dos profissionais diante de emergências e desastres geotécnicos.
 
Diagnóstico
Segundo o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), as chuvas de novembro de 2008 em Santa Catarina estiveram fora dos padrões registrados em outros anos. Os índices pluviométricos  mensais naquele ano em cidades como Blumenau e Joinville giraram em torno de 1.000 mm, enquanto a média mensal para estes locais não costuma ultrapassar os 150 mm. Escorregamentos e corridas de lama ocasionaram mortes e muitos prejuízos avaliados, à época, em mais de R$ 4 bilhões nos setores de infraestrutura, social e produtivo.
 
A programação do evento conta com sessões técnicas, apresentação de artigos e minicursos. Cerca de 500 pessoas são esperadas na VII COBRAE, que tem valor especial de inscrição até o dia 30 de setembro.
 
Saiba mais: www.cobrae2017.com.br

 

20/09/2017 - INPE realizará evento para discutir a alta tecnologia
 
ASHRAE Chapter Brasil, ABIFER, CIESP, Instituto de Engenharia, SIMDE, SINDINSTALAÇÃO e  SINDRATAR-SP apoiam um dos maiores eventos de Engenharia no Vale do Paraíba
 
Sob o título Modelagem e Gestão de Requisitos nas Indústrias de Alta Tecnologia, A Opencadd realizará no dia 28 de setembro, no auditório do INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Avenida dos Astronautas, 1.758 – Jd. Granja, São José dos Campos) mais uma edição do Openday. Será  um grande seminário para tratar sobre tecnologia nas áreas de defesa, aeroespacial e ferroviária.
 
A proposta é atualizar o público empresarial e acadêmico da Região do Vale do Paraíba sobre as tecnologias de software disponíveis para a análise, simulação e modelagem de dados, além da gestão eficiente de requisitos para sistemas complexos.
 
Os estudos de casos e visões estratégicas que serão apresentados promoverão a difusão do conhecimento. Estas tecnologias, quando usadas, tornam o desenvolvimento de produtos, serviços e negócios bem mais eficientes, pois o benefício é estendido às empresas, aos consumidores e à sociedade como um todo.
 
Para o CEO da Opencadd, Douglas Oliveira, “a era de incontáveis protótipos, perda do time to Market, devido a identificação de falhas no desenvolvimento, ou ainda, nos requisitos de projetos, além das tentativas de erros e acertos não tem mais espaço num mundo altamente competitivo e totalmente conectado”.
 
O mercado se submete às inovações, não mais às tradições. A sobrevivência e manutenção do Market Share das empresas só continuará a evoluir se a inovação se tornar sistêmica com o uso de tecnologias, como as que serão apresentadas com evolução constante.
 
“Não podemos esquecer que já somos parte da 4ª Revolução Industrial que está a determinar o que fazemos, e como fazemos. E, o mais importante, quem somos. De modo que, menos concorrência e mais colaboração e cooperação são os pilares deste evento”, comenta.
 
Já estão confirmadas as empresas: Visiona Tecnologia Espacial, Embraer, Siemens, ITA, IAE entre outras.
 
As inscrições devem ser feitas pelo site: www.opencadd.com.br/openday_inpe/

19/09/2017 - Aberta a maior feira de negócios da China no Brasil
 
Negócios vão da importação de colheres de bambu a tratores. Scooter elétricas custam de US 500 a US$ 800 para importadores.
 
São Paulo – Com a presença de Yu Yong, cônsul da República Popular da China em São Paulo, Roberto Ticoulat, vice-presidente da SP Chamber; Natal Destro, presidente Acomac SP; Paulo Castello Branco, presidente ABIMEI, Roberto Sekiya, subsecretario de Empreendedorismo e da Micro e Pequena Empresa do Governo de São Paulo começou a maior feira de negócios da China no Brasil.
 
Composta pelas áreas Machinex e Homelife, a feira conta com mais de 400 empresários chineses que vieram de províncias como Nanjing, Ningbo, Shandong, Shenzhen, Guangzhou conhecidas por sua alta capacidade de produção de produtos de alta qualidade hoje exportados para países europeus e Estados Unidos.  Nanjing é hoje a cidade que mais cresce na China e foi com ela que a SP Chamber assinou um protocolo de intenções para estimular ainda mais as trocas comerciais.
 
Chloe Wang, diretora geral da Fusion, uma empresa que tem faturamento de US$ 2 milhões ao ano participa pela primeira vez do evento no Brasil e está ansiosa por fazer "muitos negócios com os brasileiros".  A Morakot é outra empresa que aproveitou para trazer para o Brasil as scooters elétricas e mostrar ao mercado outra forma de transporte extremamente sustentável e prática. "Estamos na fase de fazer estudos sobre o mercado brasileiro e vimos que há um enorme potencial aqui para os nossos produtos" comenta Adams Hua, gerente da empresa na China."Nosso produto é competitivo e de alta qualidade" comenta ele, mostrando uma scooter elétrica com 1500W que consegue fazer subidas de até 35 graus e custa US$ 750 para importação.
 
O evento faz parte do projeto do governo chinês, "One Belt, One Road", e acontece em 11 países, abrangendo 14 diferentes indústrias e mais de 54 setores de cada uma delas. Em 2016, foram 150 mil metros quadrados de exposições ao ano envolvendo mais de 5.000 empresas expositoras gerando mais de US$ 500 milhões em negócios junto a 100 mil compradores. O evento é um "road show" que se inicia pela Turquia passando por Cazaquistão, Polônia, Índia, Emirados Árabes Unidos, Egito, África do Sul, Jordânia e, pela primeira vez em 2017, no México.
 
Infraestrutura do evento
Em 2017, as duas feiras ocupam uma área total de mais de 12.000 m2, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. 

Serviço
China HomeLife Brazil 2017

Data:
de 19 a 21 de setembro de 2017

Horário:
das 10 às 18h

Local:
São Paulo Expo & Exhibition Center – São Paulo

Principais Setores:
decoração, vestuário e tecidos, móveis, iluminação, eletrônicos (eletrodomésticos) e artigos para casa

http://www.chinahomelife.com.br/

Serviço
China Machinex Brazil 2017

Data:
de 19 a 21 de setembro de 2017

Horário:
das 10 às 18h

Local:
São
Paulo Expo & Exhibition Center – São Paulo

Principais Setores:
máquinas e equipamentos para a indústria, , ferragens e ferramentas,

http://www.chinamachinex.com.br/

Mais Notícias...

Página 1 de 281

Início
Anterior
1

Site Login