eventos

Eventos

26/05/2014 - Impressão 3D no ensino: evento promove educação digital com foco em escolas e universidades

Aproximar o aluno de novas tecnologias e transformar as impressoras 3D em ferramentas didáticas. Estes são os objetivos da Robtec ao promover o primeiro encontro sobre Educação Digital voltado exclusivamente para escolas e universidades

Empresa líder em vendas na América Latina, a Robtec realiza no dia 29 deste mês, às 9h, o primeiro evento para promover a utilização de impressoras 3D no ensino oferecido por escolas e universidades. O encontro ocorre na sede da empresa, em Diadema, Grande São Paulo, tem inscrições gratuitas e contará com palestras e demonstrações de especialistas sobre a aplicação dos equipamentos em sala de aula.
Durante o encontro, pacotes especiais, com impressoras e suprimento, serão oferecidos às escolas, que podem contar com capacitação voltada para o aprendizado - este treinamento é um diferencial oferecido pela Robtec somente a instituições de ensino. O número de vagas é limitado e os interessados podem inscrever-se pelo telefone (11) 3318-5197.

Força na engenharia
“Algumas instituições já utilizam a impressão 3D no ensino e a Robtec pretende promover os eventos para que essa tecnologia esteja cada vez mais presente em projetos e aulas em laboratório. Na área de Engenharia de Produção, por exemplo, a impressão tridimensional se faz muito importante, pois, ao trazer à realidade o desenho desenvolvido, proporciona uma melhor visão e suas aplicações finais. O protótipo físico é o método mais didático existente, e é uma tendência global”, comenta Andreia Cavalli, gerente comercial da empresa.
Bons exemplos do que cita a executiva podem ser vistos no estado de Minas Gerais. Desde 2013, o Centro Universitário UNA, de Belo Horizonte, e a Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa (ETE FMC), de Santa Rita do Sapucaí, utilizam em seus laboratórios de engenharia as impressoras CubeX Duo, equipamentos de altíssima precisão. No caso das duas instituições, discussões sobre projetos e maquetes são feitas utilizando o modelo em 3D, que proporciona a visão tanto da montagem quanto da viabilidade de movimentação e operação. Graças a essas vantagens, a tecnologia se torna uma etapa experimental para futuras decisões e rápida materialização das ideias.
Impressoras para uso doméstico, cada vez mais presentes nos lares e microempreendimentos, os modelos CubeX Duo e Cube agora ganham espaço também nas instituições de ensino, por conta da facilidade do uso e da eficiência de suas funções. “Nossos equipamentos têm uma operação muito simples e, no caso da Cube, permitem que o manuseio seja feito até por crianças, a partir de 8 anos. Certamente, eles podem ser um diferencial na formação de alunos”, completa Andreia.

Sobre a Robtec - Fundada em 1994, a Robtec é pioneira na introdução das tecnologias de prototipagem rápida no Brasil e em toda América Latina, com uma expertise que a posiciona entre as mais conceituadas empresas do ramo nesses mercados. Também atua nas áreas de impressão 3D e digitalização óptica, duas tecnologias que estão revolucionando o mercado global, e conta com os equipamentos mais modernos do mundo para essas atividades. Em abril de 2014, foi adquirida 3D Systems, companhia norte-americana líder mundial em soluções para impressão 3D.

Evento sobre Educação Digital
29 de maio, quinta-feira, às 9h
Showroom na sede da Robtec – Avenida Riachuelo, 92 – Vila Conceição, Diadema (SP)
Inscrições: tel. (11) 3318-5197

Grupo Image

22/05/2014 - Dow Corning é destaque na Glass South America 2014 com lançamentos e aplicações em tempo real
 
A companhia também fará palestra no 3º Glass Performance Days, fórum independente que acontece paralelo ao event
 
Durante a 11ª edição da Glass South America, que acontece em São Paulo nesta semana, a Dow Corning, líder global de silicones, apresenta duas novas soluções que tem como objetivo reforçar o portfólio da empresa e atender a demanda do mercado de construção civil.
Para Jorge Christos Venardos, gerente comercial da Dow Corning, os lançamentos deste ano reafirmam o compromisso da empresa com o mercado de construção, que busca cada vez mais produtos inovadores e que auxiliem no aumento de produtividade e sustentabilidade dos projetos. “Nossos visitantes poderão assistir aplicações em tempo real do lançamento Dow Corning® 121 Selante para Envidraçamento Estrutural, comprovando na prática os diferenciais desta nova solução: fácil de usar, cura acelerada (em 24 horas) e desempenho comprovado”, acrescenta Jorge Venardos.
Conheça as soluções apresentadas pela Dow Corning na Glass South America 2014:
 
Dow Corning 121 Selante para Envidraçamento Estrutural
Um selante de silicone bi-componente que atende os desafios de alto desempenho dos fabricantes de fachada tornando-se uma solução completa, resistente aos raios UV, de cura rápida (24 horas) e fácil de aplicar. Disponível em preto e cinza, ele simplifica a instalação, reduz o tempo de reparo e ajuda o instalador a aumentar a produtividade e minimiza problemas de garantia com qualidade, especialmente em aplicações de envidraçamento estrutural em obra.
 
Dow Corning 776 InstantFix WB
Adesivo de silicone com cura neutra, projetado para aplicações que requerem adesão  imediata. Fácil de usar, essa nova solução oferece maior produtividade e economia de tempo nas etapas de aplicação. A sua instalação, sem primer, pode ser feita em materiais como aço, alumínio e vidro, assim como plásticos de engenharia utilizados também na construção civil.
 
Glass South America 2014 e 3º Glass Performance Days
· 21 a 24 de maio de 2014 | 21 a 23.05 – 12h às 19h | 24.05 – 10h às 17h
· Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP).
Dow Corning | Stand 250
· Aplicações ao vivo | De hora em hora
· 21 a 23.05 | das 13h às 18h
· 24.05 | 11 às 16h
 
Palestra Dow Corning:
· Tema: Impacto do selante de silicone na norma de desempenho - NBR 15.575
· Dia 22.05 – 10h30
· Palestrante: Murilo Riberio, Dow Corning do Brasil Ltda.

Sobre a Dow Corning - A Dow Corning oferece soluções que atendem às diversas necessidades de mais de 25.000 clientes em todo o mundo. Líder global em silicones, tecnologia à base de silício e inovação, a Dow Corning oferece mais de 7.000 produtos e serviços através de suas marcas Dow Corning® e XIAMETER®. O controle acionário da Dow Corning é dividido igualmente entre as empresas The Dow Chemical Company e Corning, Incorporated. Mais da metade das vendas anuais da Dow Corning são realizadas fora dos Estados Unidos.

As operações globais da Dow Corning seguem a iniciativa de Atuação Responsável do Conselho Americano de Química (American Chemistry Council’s Responsible Care® initiative), um conjunto rígido de normas criado para estimular o avanço seguro e administração controlada de produtos e processos químicos.

Sobre as Soluções de High Performance Building - A Dow Corning está colaborando com diversos profissionais da indústria de construção civil em todo o mundo a fim de desenvolver soluções para melhorar a eficiência energética dos edifícios, reduzir a pegada ecológica dos materiais de construção e melhorar a saúde e a segurança dos ocupantes dos edifícios. Adotando uma abordagem holística, a Dow Corning reúne seus especialistas para ajudar os clientes a encontrar soluções para os inúmeros desafios das construções de alto desempenho. Dow Corning High Performance Building Solutions oferece materiais com desempenho comprovado para envidraçamento e proteção estrutural, vedação, vidros insulados, fabricação de janelas e portas, proteção de materiais utilizados em construções, inovações para isolamento de alta eficiência, iluminação LED, sistemas de gerenciamento térmico e incorporação de células fotovoltáicas e painéis solares nos projetos de construção.

Imagem Corporativ

22/05/2014 - Cury Construtora participa do Feirão da Caixa de São José dos Campos
 
Estande da empresa ofertará no evento o empreendimento Casabella
 
A Cury Construtora, especializada em empreendimentos econômicos, participa da 10ª edição do Feirão Caixa da Casa Própria de São José dos Campos, que acontece entre os dias 22 e 24 de maio, na Expo Vale Sul, em São José dos Campos (SP). A empresa estará presente com um estande ofertando o seu sucesso de vendas, o condomínio Casabella, localizado em Jacareí, no Vale da Paraíba.
O Casabella está localizado em um terreno de 159 mil m², com 524 casas e uma grande área de lazer para os moradores. O imóvel está estrategicamente localizado, com suporte de vários diferenciais e atrativos da região, como terminal rodoviário, universidades, padarias e supermercados.
No evento, a construtora oferece casas a partir de R$ 153 mil. Famílias com renda de 3 a 6 salários mínimos podem contar ainda com o subsídio de até 25 mil do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Dentre as opções, estão casas de 43 m² a 55 m², de 2 e 3 dormitórios respectivamente, todas com 2 vagas na garagem. Quem for ao feirão poderá contar com condições exclusivas e valores amplamente financiados.
 
Anote na agenda
22 de maio de 2014, às 19 horas.
23 e 24/05/2014: das 10 às 22 horas.
25/05/2014: das 10 às 20 horas.
Local: Expo Vale Sul
Endereço: Av. Andrômeda, 227 – Jardim Satélite - São José dos Campos, SP.
www.feiraodacury.com.br
 
Sobre a Cury Construtora e Incorporadora S.A. - A Cury Construtora e Incorporadora atua no segmento de construção e incorporação de empreendimentos imobiliários desde 1962, e está presente hoje em 27 cidades nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. No acumulado 2009 a 2013, a companhia contratou mais de 45 mil unidades do programa “Minha Casa Minha Vida”, consolidando-se como uma das maiores construtoras do mercado de baixa renda. Possui certificação ISO-9001/2001 e o nível A (máximo) do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade na Habitação (PBQP-H). Desde 2007, por meio de uma joint venture com a Cyrela Brazil Realty, maior incorporadora do país, é denominada Cury Construtora e Incorporadora S.A.

S2Publicom

21/05/2014 - Ampliação do RDC para todas as obras públicas gera polêmica e precisa ser mais debatida, explica especialista, no seminário “Formação de Preços em Obras Públicas” que acontece em SP em 30/05
 
Rafael Marinangelo, sócio-fundador do Marinangelo & Aoki Advogados, fará palestra sobre as inovações trazidas pelo Regime Diferenciado de Contratação de Obras Públicas e os impactos da contratação integrada na formação de preços
 
Apesar de ter sido instituído apenas como norma de exceção para acelerar as licitações de projetos relacionados à Copa do Mundo e às Olimpíadas, o  RDC (Regime Diferenciado de Contratações de Obras Públicas - Lei nº 12.462) está conquistando um espaço maior no país e substituindo cada vez mais a Lei 8.666/93, a chamada Lei das Licitações. O regime já pode ser aplicado, por exemplo, em empreendimentos do Programa Aceleração do Crescimento (PAC 2) e, desde 2013, foi o instrumento de contratação de mais de 1,3 mil obras no país, segundo informações do mercado. Há um forte corrente que defende a extensão para todas as obras públicas e uma Medida Provisória (MP 630) transita no Congresso Nacional para viabilizar essa ampliação. No entanto, sua extensa aplicação tem gerado controvérsias. "O RDC tem pontos positivos e negativos. O intuito de agilizar os procedimentos licitatórios e torná-los mais simples foi obtido com êxito, mas considerá-lo como um instrumento a ser utilizado como um sucedâneo da Lei 8.666/93, como se pretende, é prematuro. Há muito o que amadurecer e debater, especialmente perante a comunidade empresarial do setor e a jurídica", afirma Rafael Marinangelo*, advogado e sócio-fundador do Marinangelo & Aoki Advogados**.
Também membro do Instituto Brasileiro do Direito da Construção (IBDIC), Marinangelo abordará as inovações trazidas pelo RDC às disputas pelos contratos de obras públicas no país e os seus efeitos na formação do preços na apresentação "A contratação integrada (RDC) e a formação de preços", que fará durante o "Seminário Formação de Preços em Obras Públicas", a ser realizado em 30 de maio, em São Paulo, pela AACE International - The Authority for Total Cost Management, entidade que congrega profissionais da área de engenharia de custo. A contratação integrada é uma dos pontos mais polêmicos do regime, pois implica em contratar obra e projeto simultaneamente. Orçar um empreendimento sem a projeto antes definido, pode ocasionar equívocos na precificação. Acesse: http://www.seminarioaace.com.br/
Consultor e assessor jurídico de grandes empresas nacionais e estrangeiras nas áreas de Direito da Infraestrutura e Contratos, Marinangelo diz que estudos do Tribunal de Contas da União (TCU) mostram que o sistema acaba por diminuir as margens de desconto ofertadas pelos participantes das disputas. "Isso deve-se, basicamente, a dois fatores essenciais. O primeiro são a diretrizes constantes da matriz de responsabilidades, que imputam inúmeras responsabilidades aos participantes do certame, aumentando os seus custos e a necessidade de contingenciamento para suportá-los. O segundo é o fato de não haver um projeto básico, que será fornecido pelo próprio ganhador da disputa. A ausência de projeto aumenta a insegurança e as indefinições, dificultando o orçamento e a concessão de descontos", explica o advogado.
Conforme Marinangelo, o Seminário é uma oportunidade de se debater um tema de grande importância para melhorar o desempenho do sistema brasileiro de contratação de obras públicas, licitadas com preços referenciais máximos baseados, normalmente, no SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custo e Índices da Construção Civil) e no SICRO (Sistema de Custos Rodoviários). Os preços do SINAPI são pré-estipulados de acordo com estudos e pesquisas realizadas pela Caixa Econômica Federal, em parceria com IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e os do SICRO são elaborados pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). "As empresas que pretendem participar de um certame deverão adotar tais preços como referencias e sobre eles aplicar os devidos descontos para tornarem suas propostas competitivas. O problema do uso indiscriminado dessas tabelas referenciais é que, por serem genéricas, não levam em consideração as realidades diversas que compõem cada obra e que se refletem diretamente no custo de sua execução. Assim, os preços referenciais não refletem os custos reais que a obra demanda", explica o advogado, observando que a ideia do debate é a de alertar para o fato de que os preços devem estar adaptados à realidade do empreendimento. "Devemos encontrar um caminho para fazê-lo a fim de proporcionar propostas mais vantajosas à administração pública sem afastar empresas sérias da disputa", afirma.
Marinangelo acrescenta que, na grande maioria das vezes, as construtoras trabalham com preços demasiadamente apertados, gerando desequilíbrios e perdas que não são benéficas para as partes envolvidas. Único advogado presente no Seminário, sua participação reflete, além de seu amplo domínio sobre contratos e formação de preços na construção civil, que conhecer a lei e suas consequências é obrigatório  para quem quer empreender, em especial no ramo da construção civil. "Os pontos jurídicos muitas vezes podem passar desapercebidos ou mesmo ser equivocadamente interpretados por quem não é profissional do direito", diz o advogado, que também é membro da Comissão de Infraestrutura, Logística e Desenvolvimento Sustentável da OAB/SP. Para Marinangelo, contratar com o poder público não é uma tarefa fácil. "Embora haja um constante aprimoramento dos  órgãos licitantes para alcançar procedimentos mais céleres e adequados, ainda há muito o que aprender, tanto pelo setor privado quanto pelo público, para evitar certos disparates."
 
Palestra "A contratação integrada (RDC) e a formação de preços" de Rafael Marinangelo no Seminário "Formação de Preços em Obras Públicas"
Data: 30 de maio de 2014
Horário: Das 10h40 às 11h30
Local: Auditório do Milenium Centro de Convenções, na Rua Doutor Bacelar, 1043 - Vila Mariana - São Paulo/SP, onde será realizado o Seminário, das 8h30 às 18h
 
*Rafael Marinangelo - Advogado e sócio-fundador do Marinangelo & Aoki Advogados, é graduado em Direito, Mestre e Doutorando em Direito Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Atua como consultor e assessor jurídico de grandes empresas nacionais e estrangeiras nas áreas de Direito da Infraestrutura, Contratos, Pleitos, Conciliação e Litígios Judiciais e Extrajudiciais. Marinangelo é membro do Instituto Brasileiro do Direito da Construção – IBDIC-  e sócio-fundador do Instituto de Direito Privado - IDP. Em 2012, iniciou Doutorado em Direito na PUC/SP e tem no currículo diversos cursos de especialização, como extensão universitária em Direito Tributário, pela PUC/SP; e PMI para Estruturação de Parcerias Público-Privadas (PPPs), pela Sociedade Brasileira de Direito Público. Foi professor da Cadeira de Direito Civil da Universidade Anhembi Morumbi, do curso preparatório para carreiras jurídicas da FMB e professor-convidado da Escola Paulista da Magistratura (EPM). Foi coordenador da Escola Paulista da Advocacia, EPA, do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), no triênio de 2010/2012, aonde é sócio efetivo. Atualmente é Diretor Secretário da Association for Advancement of Costs Engineering International  - a AACE e  membro da Comissão de Infraestrutura, Logística e Desenvolvimento Sustentável da OAB/SP. É autor de obras jurídicas de referência, sendo a mais recente  "Recomendações FDIC para Orientação de Contratos de Projetos e Obras" (Editora Pini), baseada na obra "Smluvní podmínky FIDIC", do advogado checo Lukáš Klee, uma espécie de bíblia no mercado internacional das boas práticas que regem os contratos na área de infraestrutura, mas ainda pouco difundidas no Brasil.

**Marinangelo & Aoki Advogados - Reconhecido pela excelência no trabalho e por solucionar casos complexos, antes já considerados como perdidos, Marinangelo & Aoki Advogados é focado nas áreas de Direito da Infraestrutura, Administrativo, Público, de Propriedade Intelectual e Civil, além de ter atuação também nos ramos do Direito Ambiental e Direito Eleitoral. Por sua expertise, o Escritório está à frente das questões jurídicas que envolvem algumas das principais licitações e empreendimentos em curso no Brasil. Tem clientes relacionados com as obras da Copa do Mundo 2014, desde a construção de estádios até a de estradas, na área de mobilidade urbana, concessões de aeroportos e parcerias público-privadas. Além disso, atua na defesa de direitos autorais de artistas, designers, arquitetos e empresas de renome, enfrentando os desafios trazidos pela evolução tecnológica, como a reprodução indiscriminada de obras de artes plásticas, musicais, literárias e outras no ambiente digital. Assessora, ainda, grandes empresas no registro e proteção de marcas, patentes, desenhos industriais (designs), nomes empresariais e nomes de domínio, tutelando esse importante ativo imaterial. Fundado em 2004 na capital paulista, o Escritório é resultado do espírito empreendedor de Rafael Marinangelo, Mestre e Doutorando em Direito Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), e de Tânia Aoki Carneiro, Mestre em Direito Processual Civil também pela PUC/SP: profissionais experientes que prestam atendimento personalíssimo aos clientes, qualidade que tem atraído a atenção dos clientes. À equipe da banca jurídica somam-se parceiros espalhados pelo Brasil e no exterior. Marinangelo & Aoki Advogados tem ainda um rol de clientes importantes em setores-chave para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro, entre os quais o energético, da construção civil e de infraestrutura, que estão entre os que mais recebem investimentos nos últimos anos. Conta também com parceiros na Europa, na Ásia e nas Américas para assessorar seus clientes de maneira ampla e completa na área de Direito Autoral, Marcas e Patentes. A consultoria e a assessoria jurídica que desenvolvem destinam-se a proteger obras e invenções - uma área delicada onde o conhecimento deve ser aliado aos melhores processos para a resolução de conflitos, que não são raros. Infrações de Direito de Propriedade Intelectual na Internet, concorrência desleal, revelação de segredo de negócios, piratarias, quebras de patentes e violação de direitos autorais são apenas alguns exemplos de problemas corriqueiros que causam prejuízos significativos aos autores, artistas, cientistas, às empresas e à sociedade como um todo. Não é incomum que assuntos relacionados às áreas de expertise de Marinangelo e Aoki Advogados sejam levados aos tribunais. Marinangelo & Aoki trabalha em todas as fases dos processos, seja na mediação, na arbitragem ou em demandas judiciais, atuando de modo vigoroso e com estratégias diferenciadas.

Galeria de Comunicações

21/05/2014 - Braskem e Abitelha apresentam novidades em PVC na maior feira de coberturas do país
 
Sustentáveis e inovadoras, as telhas em PVC devem atingir 15% do mercado de coberturas em 10 anos, com economia de 25% em relação às telhas convencionais
 
Em parceria com a Abitelha (Associação Brasileira da Indústria de Telhas de PVC), a Braskem estará presente na TeCobI Expo 2014, evento que exibe as principais novidades sobre telhados, coberturas, lajes e impermeabilização. A feira ocorre entre os dias 20 e 22 de maio, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, e deverá reunir mais de 6 mil visitantes, entre engenheiros, arquitetos, empreiteiros, revendedores e distribuidores de materiais de construção, com 150 marcas expositoras.
Braskem e Abitelha apresentarão os benefícios e crescimento das telhas de PVC, que têm um enorme potencial de mercado no país. Com expectativa de atingir 15% do mercado nacional em 10 anos, a cobertura oferece diversas vantagens, como maior praticidade e durabilidade, economia e variedade, além de ser sustentável e inovadora. O produto é ainda até 25% mais barato se comparado às telhas convencionais, dispensa a utilização de caibros e ripas para sua sustentação e oferece mais segurança, por ser resistente a chamas, por exemplo.
Primeira fabricante do item no país, com início da comercialização em 2011, a mineira Precon é outra presença confirmada no evento. O produto disponível hoje no Brasil foi desenvolvido com tecnologia chinesa em parceria com a Braskem, fornecedora do PVC, que também foi parceira da empresa para adaptar a tecnologia ao país e identificar o maquinário apropriado para a produção do item. Hoje, o Brasil já conta com seis fabricantes de Telhas PVC e uma produção de aproximadamente 11 mil toneladas. Registrado em 2013, o número é quase quatro vezes superior à produção inicial.
“O crescimento e o potencial para este mercado mostram que as soluções em PVC, já presentes em diversos setores da infraestrutura brasileira, podem ajudar diretamente no desenvolvimento do país, em especial nas áreas de saneamento e construção”, diz Américo Bartilotti, diretor da área de vinílicos da Braskem. “Além disto, as telhas PVC podem representar, para nossos clientes, uma possibilidade de diversificar seus portfólios, possibilitando a atuação em um novo segmento e consequente consolidação no mercado”, conclui o executivo.
 
Sobre a Braskem - A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas. Com 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, a empresa produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Maior produtora de biopolímeros do mundo, a Braskem tem capacidade para fabricar anualmente 200 mil toneladas de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar.
 
CDN Comunicação Corporativa

21/05/2014 - M&T Peças e Serviços Congresso: Equipamento híbrido para construção ajuda a reduzir consumo de diesel
 
Tema estará em debate no Seminário promovido pela Sobratema e contará com a participação de quatro fabricantes do setor
 
Expor e reforçar o conceito de redução do impacto ambiental e de diminuição do consumo de diesel resultantes do uso de equipamentos híbridos no segmento da construção. Esses pontos nortearão a participação da Komatsu na mesa redonda sobre tecnologia e conceito de equipamentos híbridos que acontecerá no Seminário promovido pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, na M&T Peças e Serviços Congresso, a ser realizada nos dias 4 e 5 de junho.
Paulo Jauhar, gerente de vendas, e Vladimir Machado, engenheiro de aplicação, avaliam que o desenvolvimento de máquinas híbridas para construção é uma tendência da indústria. “Somos pioneiros, com aproximadamente 2.000 unidades vendidas no mundo”, ressaltam. Para participar do Seminário Máquinas Híbridas, Softwares de Gestão e Pós-venda, que será realizado no dia 5 de junho, das 13h30 às 17h45, basta clicar no link e seguir as instruções: http://www.mtpscongresso.com.br/index.php/programa/palestra/37
Segundo Jauhar e Machado, os equipamentos da Komatsu se valem do conceito de regeneração de energia, por meio do qual o sistema elétrico reaproveita a energia do sistema de giro quando o equipamento está freando. O reaproveitamento ocorre através de redutores, que transformam essa energia de movimento em energia elétrica, que é armazenada no sistema. Assim, quando é necessário realizar um giro, a energia armazenada volta ao sistema e faz com que a máquina seja capaz de executá-lo. O sistema elétrico também auxilia o equipamento na aceleração do motor, para escavações pesadas, diminuindo o esforço e o consumo do motor diesel.
A mesa redonda contará ainda com a participação dos executivos da Caterpillar, Liebherr e Volvo. Direcionado para empresários, gestores, engenheiros e profissionais de fabricantes e distribuidores de equipamentos, construtoras, locadoras, fornecedores de peças, componentes e insumos, financiadoras, seguradoras, associações do setor de equipamentos de construção, o seminário da Sobratema também terá as palestras de Gilsinei Hansen, vice-presidente de Sistemas e Segmentos da TOTVS, sobre Gestão e Locação de Equipamentos, e de Yoshio Kawakami, sócio e consultor da Raiz Consultoria, sobre O Futuro da Confiabilidade das Máquinas - O que o IVHM - Integrated Vehicle Health Management pode proporcionar no futuro.
Além das palestras organizadas pela Sobratema: Máquinas Híbridas, Softwares de Gestão e Pós-venda, O Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção - Tendências e Otimização de resultados através da gestão produtiva de equipamentos e mão-de-obra qualificada do  Instituto Opus, o Congresso contará com seminários da Abendi – Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção, Abifer – Associação Brasileira da Indústria Ferroviária, a Abraman – Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos, Anicer - Associação Nacional da Indústria Cerâmica, IE – Instituto de Engenharia, Sindipedras - Sindicado da Indústria de Mineração de Pedra Britada do Estado de São Paulo, Sindipesa – Sindicato Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais, e Valorização do Rental, que tem o apoio da Abelme – Associação Baiana das Empresas de Locação de Máquinas e Equipamentos, Alec – Associação Brasileira das Empresas Locadoras de Bens Móveis, Apelmat – Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores de Máquinas de Terraplanagem e Ar Comprimido, do Sindileq-CE - Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas do estado do Ceará, do Sindileq-GO - Sindicato dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas de Goiás, do Sindileq-MG – Sindicato dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas de Minas Gerais, do Sindileq-PE – Sindicato dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas de Pernambuco, e do Sindileq-RN – Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas do Rio Grande do Norte.
 
A M&T Peças e Serviços Congresso ocorre simultaneamente à M&T Peças e Serviços – 2ª Feira e Congresso de Tecnologia e Gestão de Equipamentos para Construção e Mineração e representa uma oportunidade única de difundir informações e trocar experiências entre os profissionais e empresas do setor
Feira - Única feira direcionada exclusivamente para as áreas de gestão, soluções de pós-venda, insumos e componentes para equipamentos para a construção e mineração, a M&T Peças e Serviços será realizada de 3 a 6 de junho. O evento apresentará as principais novidades e lançamentos para esses segmentos e contará com o Salão de Tecnologia, Segurança e Sustentabilidade, iniciativa inédita, que trará conceitos inovadores de empresas do setor.
Para participar, os visitantes podem realizar o credenciamento online, que agiliza sua entrada ao evento. Basta acessar o site oficial (www.mtps.org.br), passar o mouse pela aba Visitantes e clicar em credenciamento, seguindo as instruções para realizar a inscrição, de maneira prática e gratuita.
 
M&T Peças e Serviços Congresso
Data: 4 e 5 de junho
Local: Centro de Exposições Imigrantes - Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda – São Paulo/SP
Informações: http://www.mtpscongresso.com.br/
 
Mecânica de Comunicação Ltda.

Mais Notícias...

Página 10 de 158

10

Site Login