eventos

Eventos

14/09/2017 - Porque a América Latina deve redefinir o planejamento urbano
 
Constantin Dellis, chefe da Secretaria Geral da Associação Latino-Americana de Metrôs e Subterrâneos (ALAMYS), aproveitará seu espaço no painel 2 da 23ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA, que tem como tema “O impacto do metrô no desenvolvimento urbano”, para apresentar um documento de análise com o título “Porque o desenvolvimento de projetos de transporte sobre trilhos é a melhor opção para a sustentabilidade das grandes cidades latino-americanas.”
 
O  texto dará suporte a ação a ser desencadeada pela ALAMYS com apoio da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô - AEAMESP e outras organizações brasileiras do setor, visando demonstrar, para os tomadores de decisão na esfera governamental, as vantagens técnicas, econômicas, políticas, sociais e ambientais trazidas pela implantação ou ampliação de modos de transporte de passageiros sobre trilhos como elementos estruturadores do transporte público nos maiores centros urbanos e ponto de apoio fundamental para a transformação da realidade das metrópoles latino-americanas.
 
Programado para o dia 20 de setembro de 2017, das 10h40 às 12h, o painel da ALAMYS reunirá ainda especialistas dos metrôs da cidade do Porto, Portugal; Santiago, Chile, e Medellín, Colômbia.

Transformando cidades latino-americanas
O documento está estruturado em dois segmentos principais, seguidos de uma súmula das conclusões e da indicação de referências concernentes aos dados e conceitos apresentados.

O primeiro segmento trata de oferecer elementos que indicam porque a América Latina deve redefinir o planejamento urbano, considerando, no caso dos grandes centros, a reformulação do papel dos sistemas de transporte público – em especial os sistemas sobre trilhos – para torná-los elementos de indução do progresso, da qualificação das cidades e do bem-estar de suas populações.

Essa parte serve de pano de fundo para o tema central do documento, oferecendo elementos a respeito da urbanização latino-americana e alguns de seus principais problemas. O documento aponta a necessidade de reversão de um quadro marcado pela falta de vontade política e, consequentemente, pela ausência de recursos para ações de planejamento que possam transformar as metrópoles e as maiores cidades da região.

De modo geral, esses grandes centros ostentam tipologia urbana marcada por uma dicotomia: a existência de áreas que abrigam, além das melhores residências e infraestruturas qualificadas, também as instituições públicas e empresas privadas, a maior parte dos empregos e todos os tipos de serviços, em contraposição as grandes periferias destinadas essencialmente a servir de dormitório às populações  de baixa renda, “condenadas a viajar longas distâncias, com dificuldade, para realizarem as suas atividades cotidianas em outros locais”.

O texto salienta que, em 2017, a América Latina conta com 647 milhões de habitantes, dos quais aproximadamente 79% moram nas cidades, e segue apresentando propensão ao aumento de suas populações urbanas nos próximos anos. E que tal situação amplia a pressão para atendimento das necessidades de mobilidade, de modo a garantir o acesso “democrático, equitativo e eficiente” de toda população aos diferentes bens e serviços que as cidades oferecem.

Todo esse contexto evidencia a importância da implantação e ampliação de sistemas de transporte público – os sistemas sobre trilhos, de alta capacidade, integradamente com os outros modos eficientes de transporte – para apoiar o desenvolvimento e o progresso das cidades e assegurar às pessoas o direito fundamental de melhorar substancialmente a sua qualidade de vida.

Os pontos em favor dos trilhos urbanos
Na segunda parte do documento, são apresentadas quatro razões que justificam a implantação de projetos metroferroviários nas cidades latino-americanas. Os sistemas metroferroviários são mais rápidos, confiáveis e seguros, com atributos como pouca ou nenhuma interferência de outros modos, maior frequência, regularidade dos tempos de viagens e de espera, melhor oferta de informações aos usuários, e, ainda, melhores condições de conforto, bem como segurança relativa a acidentes e a ações criminosas.

Com base em exemplos internacionais, o documento destaca elementos indicativos de que os sistemas metroferroviários revalorizam as cidades e aumentam o valor agregado das propriedades instaladas em seus arredores, possibilitando que o poder público recupere, para possíveis novos financiamentos, os montantes investidos em infraestruturas concernentes à implantação de metrôs.

O estudo também traz elementos demonstrativos de que os sistemas metroferroviários apresentam alta eficiência no uso do espaço urbano, no consumo de energia e quanto a emissões ao meio ambiente. E de que asseguram para toda a sociedade menores custos econômicos e, mais do que isso, expressiva economia de recursos públicos, das empresas privadas e dos cidadãos, quando se consideram todas as suas externalidades positivas, entre as quais, redução de tempos de deslocamento, diminuição de congestionamentos, emissões de poluentes e de acidentes de trânsito.

Subsídios operacionais para o transporte público
O documento de análise toca ainda num ponto consideravelmente sensível para os gestores e os passageiros nas cidades brasileiras: a questão do custeio dos sistemas de transporte coletivo diante da necessidade de garantir a modicidade da tarifa para o usuário, sem sacrificar a qualidade das infraestruturas e dos serviços. O texto aponta que os níveis de subsídio são baixos na América Latina, enquanto na América do Norte, Europa e Oceania, os sistemas contam com níveis significativos de subsídio operacional, suportados por diferentes fontes, inclusive recursos públicos. E mostra o exemplo de grandes cidades asiáticas nas quais parte considerável do custo operacional dos sistemas é coberta com receitas não tarifárias, geradas por meio de um arcabouço jurídico que facilita o negócio para os operadores.

Serviço
23ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA e METROFERR Lounge Experience
Data: 19 a 22 de setembro de 2017
Horário dia 19: 14 às 17h30
Horário dias 20 a 22: 9h00 às 17h40
Local: Universidade Paulista – UNIP – Campus Paraíso
Endereço: Rua Vergueiro, 1.211, São Paulo/SP
 
Confira a programação preliminar: http://www.aeamesp.org.br/23semana/programacao

14/09/2017 - Salão de Veículos Elétricos traz test drive e simulador de Formula E ao público
 
Área destinada a test-drive terá três pistas, focada em automóveis, motos, bicicletas e hoverboards, e até a interação com um robô
Evento também disponibiliza papo com proprietários de veículos elétricos
A 13ª edição do Salão Latino-Americano de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias está cheia de atrações ao público. Entre os dias 21 a 23 de setembro no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte, em São Paulo (SP), os visitantes da área de exposição poderão participar de atividades que incluem pilotar carros movidos a eletricidade, conversar com proprietários dos veículos movidos a essa tecnologia e, também, se sentir dentro de uma competição automobilística.
 
Em um dos espaços será possível realizar um test drive com os veículos Renault Twizy, BMW i3, Volvo XC90 T8 Hybrid e e-Tech. Em outras das três pistas, o público encontra ainda a “Brinquedoteca”, com motos, bicicletas, skates, e hoverboards, todos elétricos, para o deleite do público, sobretudo para as famílias se divertirem juntas. Em uma terceira área, a Segway, fabricante de hoverboards, propõe uma brincadeira com o público, ao transformar um de seus veículos em um robô para interação com os visitantes.
 
Já no estande da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) será possível ter um momento de piloto profissional no simulador de Fórmula E, competição exclusiva para veículos elétricos. Como a cabine possui tamanho real, o visitante poderá se sentir dentro de uma competição de verdade.
 
Na área intitulada VE Experience, proprietários de veículos elétricos e híbridos contarão as suas experiências como motoristas de vanguarda, explicando as dificuldades, os benefícios e suas histórias com seus carros movidos à energia sustentável.
 
O Salão deve contar com mais de 50 estandes e trará grandes novidades em mobilidade híbrida e elétrica de veículos pesados, leves e levíssimos, além de componentes e infraestrutura. Para isso, grandes players do mercado estarão presentes, provando aos visitantes que os veículos elétricos são uma forte tendência para o futuro, capazes de agregar não só grandes benefícios ambientais e econômicos, como também em termos de design e modernidade às grandes cidades e para a vida do consumidor.

Para mais informações, acesse http://www.velatinoamericano.com.br/
 
Sobre o Salão dos Veículos Elétricos - O Salão Latino Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias é uma realização da MES Eventos, que está à frente do projeto há 13 edições, em parceria com a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE). O objetivo é reunir empresas, membros do governo, consultores, acadêmicos e público em geral para debater e construir novos caminhos para o futuro da mobilidade urbana sustentável. O Salão possibilita, além da realização do networking com tomadores de decisão, conhecer as principais novidades do segmento, que estarão expostas na feira. Para o aprofundamento de temas relevantes aos avanços à implantação dos veículos elétricos no País, o visitante conta ainda com um Congresso, com foco na expansão do conhecimento e dos debates acerca do t ema.

13/09/2017 - O futuro da indústria no Brasil é tema do 3º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos
 
Na próxima segunda-feira, dia 18 de setembro, a ABIMAQ vai realizar o 3º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos, evento que vai debater a retomada do crescimento e as oportunidades de negócios nos mercados mundiais.
 
O congresso contará com a presença das principais personalidades do setor de máquinas e equipamentos, que tratarão sobre assuntos relevantes para o segmento, bem como de seus fornecedores e clientes.
 
Programação
Entre os palestrantes do evento estão Antonio Lavareda, Cientista Político, que falará sobre “A um ano da Eleição 2018: Conjuntura e Perspectivas” e Paulo Rabelo de Castro, presidente do BNDES, que abordará “Qual o futuro da indústria”.
 
Painéis
O primeiro painel discutirá “O desafio da produtividade e das novas tecnologias” e terá a participação de Venilton Tadini, presidente executivo da ABDIB, Marcos Lisboa, presidente do Insper, Harry Schmelzer Junior, presidente da WEG e Mario Bernardini, diretor de Competitividade da ABIMAQ.
 
“É possível uma inserção competitiva da indústria brasileira no comércio global?” será o tema do segundo painel que contará com Roberto Jaguaribe, presidente da APEX, Gabriel Galipolo, mestre em Economia Política da PUC/SP, Ricardo Sennes, sócio- diretor da Prospectiva Negócios Internacionais & Políticas Públicas e Daniel Godinho, diretor da WEG.
 
O terceiro painel, cujos debates abrangerão “A indústria brasileira tem futuro com o atual sistema tributário?”, terá a presença de Bernard Appy, diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCIF), Fabio Silveira, sócio-diretor da Macrosector Consultores e Odair Renosto, presidente da Caterpillar.
 
O último painel proporá discussões acerca  do "Modelando o futuro da produção no Brasil” e contará com a participação de Mark Essle, da Partner da ATKearney do Brasil, Marcos Vinicius de Souza, secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC, Eduardo Peixoto, executivo-chefe de Negócios do C.E.S.A.R e Fabio Tagnin, diretor de IoT para América Latina da INTEL.
 
Todos os painéis serão moderados por Augusto Nunes, colunista da Veja e apresentador do programa Roda Viva, da TV Cultura.
 
Serviço
3º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos
Data: 18 de setembro de 2017
Horário: Das 08 às 18h30
Local: Avenida Jabaquara, 2925 – Mirandópolis – São Paulo (SP)
Mais informações: http://congresso2017.abimaq.org.br/

13/09/2017 - Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura abre inscrições para quinta edição
 
Entre os maiores prêmios de arquitetura do país, o concurso tem o objetivo de revelar projetos que unem conforto, inovação e sustentabilidade; Inscrições acontecem de 24 de agosto a 02 de novembro; Edição comemorativa traz nova modalidade para premiar Edificações
 
São Paulo, agosto de 2017 – O Grupo Saint-Gobain, referência mundial em construção sustentável, anuncia a abertura das inscrições para o 5º Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura – Habitat Sustentável, considerado uma das principais premiações do mercado de construção civil do Brasil. Profissionais e estudantes de arquitetura podem se inscrever pelo site www.premiosaintgobain.com.br entre os dias 24 de agosto e 02 de novembro.
 
“É com muito orgulho que chegamos à quinta edição. Ao longo desse tempo, já premiamos mais de 150 projetos e revelamos diversos projetos de estudantes, o que comprova a importância do Prêmio para o estímulo à arquitetura nacional”, comemora Thierry Fournier, presidente da Saint-Gobain para o Brasil, Argentina e Chile. Este ano, o concurso distribuirá prêmios que somam mais de R$ 300 mil, incluindo uma viagem internacional para o Melhor Projeto da edição.
 
Categorias e Modalidades
Os projetos podem ser inscritos nas categorias Profissional ou Estudante. Em edição comemorativa, a premiação conta com uma novidade para os profissionais: está aberta a participação de projetos cuja edificação tenha sido concluída durante os cinco anos de realização do Prêmio, de janeiro de 2013 a outubro de 2017. Na categoria Profissional, as modalidades Projeto e Edificação contemplam iniciativas voltadas para construções Residenciais, Comerciais ou Institucionais. Já os estudantes podem concorrer individualmente ou em equipe com trabalhos acadêmicos finais de graduação ou outro projeto de arquitetura desenvolvido durante o curso ou especialmente para o concurso, que estejam de acordo com o regulamento.
 
O Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura – Habitat Sustentável busca projetos e edificações que evidenciem aspectos relacionados a conforto e soluções inovadoras e que, ao mesmo tempo, que preservem o meio ambiente e promovam a sustentabilidade da construção civil brasileira. “Os projetos ou edificações devem apresentar atributos de conforto, inovação e sustentabilidade, privilegiando o ser humano e o meio ambiente, inovando na escolha de materiais e nos processos de construção”, explica Paulo Perez, diretor de Marketing Habitat da Saint-Gobain.
 
Prêmios
Ao todo, a premiação contará com 25 projetos contemplados de 70 finalistas nas duas categorias.Na categoria Profissional serão premiados os primeiros (R$ 20 mil), segundos (R$ 15 mil) e terceiros (R$ 10 mil) colocados em cada tipo de projeto – Residencial, Comercial e Institucional – das modalidades Projeto e Edificação. Já os estudantes que conquistarem as duas primeiras posições receberão um MacBook Pro Apple; já o terceiro ganhará um IPhone 7. Os professores orientadores serão agraciados com um iPad Air. Todos os vencedores serão presenteados com troféu e certificado.
 
Entre todos os finalistas, tanto da categoria Profissional como da Estudante, serão ainda escolhidos os “Destaques em Conforto, Inovação e Sustentabilidade”. Cada um receberá R$ 10 mil e Melhor Projeto da Edição será contemplado com uma viagem internacional com acompanhante.

Os vencedores serão anunciados em março, durante a Expo Revestir, em São Paulo. Todas as informações sobre a premiação, incluindo o regulamento, estão disponíveis no site www.premiosaintgobain.com.br
 
SERVIÇO
5º Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura – Habitat Sustentável
Inscrições: De 24 de agosto a 02 de novembro, pelo site: www.premiosaintgobain.com.br
Envio de Projeto: Até 14 de novembro de 2017
Premiação: março de 2018
 
Sobre a Saint-Gobain - A Saint-Gobain projeta, fabrica e distribui materiais e soluções pensadas para o bem-estar de cada um de nós e o futuro de todos. Podem ser encontrados em todos os lugares em que vivemos e no nosso dia a dia: em edifícios, transportes, infraestruturas e em muitas aplicações industriais. Eles proporcionam conforto, performance e segurança, ao mesmo tempo em que respondem aos desafios da construção sustentável, eficiência do uso de recursos e mudança climática.
€39.1 bilhões de vendas em 2016 - Opera em 68 países - Mais de 170.000 funcionários - www.saint-gobain.com
Sobre a Saint-Gobain no Brasil - A Saint-Gobain atua há 80 anos no Brasil com um portfólio diversificado de marcas como Brasilit, Isover, Norton, PAM, Placo, Sekurit, Telhanorte e Weber quartzolit. O Grupo possui cerca de 17 mil funcionários diretos e indiretos no País, vendas anuais de R$ 8,4 bilhões em 2016 assim como 57 fábricas, 43 centros de distribuição, 10 mineradoras, 70 lojas, 23 escritórios comerciais e 1 centro de pesquisa e desenvolvimento.

12/09/2017 - Encontro debate rumo dos segmentos de energia, água e gás

Principal encontro de utilities discutirá os temas Smart Grids & Medição, Cidades Inteligentes, Renováveis e Água & Gás.

Recentemente o governo federal disponibilizou para consulta pública uma ampla reforma na regulamentação do setor elétrico nacional. O objetivo é a privatização das antigas usinas do sistema Eletrobrás, além de mudanças no modelo de venda da eletricidade gerada. O impacto da ação no mercado de energia é um dos temas que norteiam a 15ª Latin American Utility Week (LAUW), principal encontro do setor de utilities que acontece entre os dias 19 e 21 de setembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

"Nossa missão, como organizadores, é proporcionar um ambiente favorável aos negócios, evidenciar a importância da inovação tecnológica no segmento de utilities e propiciar oportunidades únicas de networking, com uma rica troca de experiências entre profissionais do Brasil e de toda a América Latina. Existem grandes oportunidades de investimentos nos segmentos de energia, água e gás", afirma o diretor geral da Clarion Events Brasil, Sergio Jardim.

A LAUW é composta por uma ampla programação de conferências que inclui estudos de caso, experiências e boas práticas nacionais e internacionais e que evidenciam a importância da inovação tecnológica para a prestação de serviços de excelência. Os eixos temáticos do encontro - Smart Grids & Medição, Cidades Inteligentes, Renováveis e Água & Gás - serão apresentados por especialistas e profissionais renomados do setor em palcos simultâneos, onde os participantes podem escutar as palestras por fones de ouvidos sintonizados no palco de seu interesse.

O evento reúne especialistas, profissionais de agências reguladoras, certificadoras e utilities de energia, água e gás. Além de contar com a participação de expositores que oferecem inovações e soluções em áreas como geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia, automação de redes, veículo elétricos, cibersecurity, medição de água, energia e gás, TI e Telecom, redes e cidades inteligentes.

LAUIA - Outro destaque da LAUW é o Latin American Utility Industry Awards, que premiará projetos inovadores nas categorias energia, água, gás, smart grids e medição e smart systems. Os finalistas serão apresentados aos expositores e visitantes, e os vencedores serão homenageados durante a cerimônia de premiação, no primeiro dia do evento, 19 de setembro.

Serviço:

Latin American Utility Week
Data: 19 a 21 de setembro

Local: Transamerica Expo Center - Avenida Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 - Santo Amaro, São Paulo

Horário da Exposição: Feira: 10 às 18 horas / Conferências: 9h30 às 17h30

Sobre a LAUW - Organizada pela Clarion Events Brasil, a 15ª edição da Latin American Utility Week (LAUW) reunirá as principais empresas de medição de energia elétrica, água, e gás, geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia, automação de redes, TI e Telecom, redes e cidades inteligentes. O evento integra um portfólio global que inclui outros quatro encontros ao redor do mundo: European Utility Week, Australian Utility Week, African Utility Week e Asian Utility Week.

Além da área de exposição, a programação inclui sessão plenária no primeiro dia e conferência panorâmica 360º no segundo e no terceiro dia. Ao todo serão quatro palcos simultâneos com especialistas falando sobre Medição (Metering & Smart Grids), Cidades Inteligentes, TI e Telecom (Smart Grids & Smart Cities), Energias Renováveis e Eficiência Energética (Renewables) e Água e Gás (Water & Gas).

06/09/2017 - Novozymes promove evento sobre etanol em Río Cuarto, na Argentina
 
Teco 2017 – Taller de Etanol Combustible será realizado nos dias 12 e 13 de setembro, das 8h às 15h30, na Sociedad Rural de Río Cuarto
 
Nos dias 12 e 13 de setembro, das 8h às 19h30min, a Novozymes promove mais uma edição do TECO – Taller de Etanol Combustible, na cidade de Río Cuarto, na Argentina.
 
A primeira mesa redonda traz como tema as “Inovações na planta e no processo produtivo”, como a participação de Ellie Antova, Gerente Internacional Regional da ICM Inc, Maximiliano D’Alessio, gerente global de engenharia de bioprocessos da Novozymes, David B. Lococo, Vice-Presidente da Katzen International e Laurie Duval, diretor de serviços técnicos de biocombustíveis da Novozymes.
 
Na sequência, um painel para explorar as diversas soluções “Além do milho”, com a participação de Alessandra Pereira de Souza, Especialista em desenvolvimento de negócios de bioenergia da Novozymes na América Latina e Bhavesh Shah, gerente geral de negócios e desenvolvimento – Américas, da Praj.
 
A parte da tarde começa com o tema da “fiscalização nacional dos biocombustíveis”, com a participação dos especialistas William Yassumoto, Head of Commercial Biorefining da Novozymes, Carolina Bondolich, diretora executiva da FADA – Fundación Agropecuaria para el Desarrollo de Argentina e Julián Martínez Quijano, coordenador técnico da MAIZAR.
 
O evento encerra no primeiro dia com uma mesa redonda para apresentar o “Impacto social de uma planta de bioetanol na comunidade”, com moderação do presidente da Bioetanol Río Cuarto, Manuel Ron, participação do Presidente da Novozymes Latin America, Emerson de Vasconcelos, de Patrick Adam, diretor executivo da Câmara de Etanol de Milho (DSEC/DSCA) e de Pablo Popik, sub-Secretário de refino e comercialização do Ministério de energia e mineração da Argentina.
 
No segundo dia, 13/09, Cam Fowler, diretor técnico de serviço e Marketing da Phibro, David Fowlie, gerente de produto, fermentação processamento da Aids e Rogerio Prata, gerente geral do serviço técnico de biocombustível da Novozymes participam de um painel sobre “Oportunidades de melhoria na fermentação”.
 
Na sequência o tema “Oportunidades de melhoria no processo” traz os debatedores Alessandro Guzzone, Tecnologista sênior da VOGELBUSCH Biocommodities GmbH, Rogerio Prata, gerente geral do serviço técnico de biocombustível da Novozymes e Shrikant Rathi, gerente geral de Tecnologia aplicada e soluções customizadas da Praj.
 
Outro assunto será o de “Oportunidades de melhoria no tratamento de efluentes”, com Pablo Cavanna, gerente técnico do Impec e Santiago Prandi, da Valley.
 
As “Oportunidades de melhoria em coprodutos” serão apresentadas por Alvaro García, diretor do programa de Agricultura e recursos naturais da Universidade Estadual de Dakota do Sul (EUA).
 
Finalizando o encontro, as “Oportunidades de melhoria em energia”, com a participação de Virginia Andrade, engenheira de processos da Whitefox Technologies Canada, Jean-Pierre Laurent, diretor técnico da Smet Engineers & Contractors, Alessandro Guzzone, Tecnologista sênior da VOGELBUSCH Biocommodities GmbH e Marcelo Bordolini, gerente industrial da Bioetanol Río Cuarto.
 
Para mais informações sobre o evento, por favor entrar em contato pelo e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Mais Notícias...

Página 2 de 280

2

Site Login