eventos

Eventos

16/06/2014 - Inscrições abertas para a maior feira da construção civil de Minas Gerais
 
Está aberto o credenciamento para a maior feira da indústria da construção civil de Minas Gerais: a Minascon/Construir Minas – Feira Internacional da Construção, uma realização da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), com promoção e organização da Fagga | GL events Exhibitions. O evento foi idealizado para apresentar as novidades do setor, principais tendências, produtos e as mais modernas soluções para a construção. O encontro também contará com uma intensa programação técnica, composta por congressos ministrados por profissionais que são referência em seus segmentos de atuação. O Minascon/Construir Minas acontece no Expominas, em Belo Horizonte, entre os dias 6 e 9 de agosto. O credenciamento é gratuito e pode ser feito pelo sitewww.construirminas.com.br
Mais informações pelo telefone (21) 3035-3100 ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

ETC COMUNICAÇÃO

16/06/2014 - Brasil receberá evento internacional focado em soluções para o desenvolvimento da infraestrutura para o meio ambiente
 
Em sua primeira edição, a BW Expo levará ao público as principais novidades em tecnologias voltadas para a coleta e gestão de resíduos, saneamento básico, reciclagem e meio ambiente
 
Crescem a cada dia os debates relacionados à preservação do meio ambiente, não só no Brasil, mas em todo o mundo. As exigências vão desde questões relacionadas à gestão de resíduos, promoção da reciclagem, passando pela utilização consciente da água, até temas que envolvem saúde pública como saneamento básico. Diante desse cenário, será realizada a primeira edição da BW Expo, evento internacional que trata de assuntos relacionados a meio ambiente, água e esgoto, drenagem, coleta de lixo e reciclagem, entre os dias 20 a 22 de outubro de 2015, no Centro de Exposições Pró Magno, em São Paulo.
O evento será a principal vitrine em que empresas voltadas a estes segmentos poderão apresentar as mais modernas tecnologias em equipamentos, produtos e serviços presentes no mercado nacional e internacional, com o objetivo de promover a troca de informações qualificadas e compartilhar as novidades dos fabricantes, como as tecnologias destinadas ao tratamento e distribuição de água e esgoto, extração de água por meio de poços artesianos, drenagem, controle de inundação, gestão de resíduos e reciclagem, geração de energia a partir de resíduos, descontaminação e tratamento de solos e redução de poluição na atmosfera.
De acordo com a organização do evento, a BW Expo também promete ser um importante espaço para fazer negócios e promover a troca de experiências entre profissionais das mais variadas áreas, como arquitetura, construção, compras/aquisições e projetos, engenharia e saneamento, representantes dos governos Municipais, Estaduais e Federal, empresas de engenharia, consultoria, projetos, empreiteiras, entre outros.
 
Cenário
O mercado precisa se preparar com mão-de-obra qualificada e tecnologia avançada para atender o crescimento das demandas previstas para as próximas décadas.  O crescimento demográfico nas cidades, assim como o maior acesso aso crédito e ao consumo – de produtos em geral e de informação – deve ser conciliado com a adequação do fornecimento de água, de sistemas de saneamento básico, de gestão de resíduos para que o desenvolvimento ande lado a lado da preservação ambiental.
No ano passado, o Governo Federal aprovou uma série de medidas para elevar a qualidade da infraestrutura no país, entre eles, o Plano Nacional de Saneamento Básico, que determina as diretrizes, metas e ações de saneamento básico para o país para os próximos 20 anos. Neste período, os investimentos determinados no plano devem chegar aos R$ 508,4 bilhões, sendo parte dos recursos oriundos de recursos de agentes federais, dos governos estaduais e municipais, órgãos internacionais, prestadores de serviços de saneamento e iniciativa privada. O principal objetivo do plano é abastecer 99% do território nacional com água potável nos próximos 20 anos e, com isso, melhorar de forma planejada os serviços não só de abastecimento, mas também de esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, além do manejo das águas pluviais nas cidades.
De acordo com o Instituto Trata Brasil, a contribuição do setor privado por meio de concessões será fundamental para alcançar as metas estabelecidas pelo plano. Levantamento do instituto revela que, em 2013, as metas de expansão da rede de água e esgoto – motivadas pela contribuição de cinco concessões feitas no ano passado – chegaram aos R$ 8,6 bilhões em investimentos, sendo 240% a mais do que os números verificados em 2012.
Inclusive, o prazo máximo para que o Brasil inteiro acabe definitivamente com os lixões a céu aberto, espelhados por todo o Brasil, é 2014. A Lei Federal 12.305, de agosto de 2010, institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos que prevê o manejo e destinação correta desses materiais, muitos deles recicláveis. No Brasil 60% dos resíduos vão para o lixão, 28% para aterro e apenas 12% são reciclados. Em valores, a perda chega a quase R$ 8 bilhões ao ano.
Soma-se a isso, a questão da água, já apontada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a questão das mais relevantes para o desenvolvimento mundial. Isso porque seu consumo está relacionado à saúde, à produção agrícola, animal e industrial, ou seja, pilares do desenvolvimento. A BW Expo será um palco para que todos esses pontos sejam abordados para que as soluções e encaminhamentos para cada um desses temas sejam coordenadas entre si para um objetivo único.
 
BW Conference
A primeira edição da BW Expo também realizará, em paralelo à exposição, a BW Conference, uma série de seminários, conferências e workshops para falar de temas como o tratamento e distribuição de água e esgoto, extração de água por meio de poços artesianos, drenagem, controle de inundação, descontaminação e tratamento de solos, gestão de resíduos e reciclagem, geração de energia a partir de resíduos, redução de poluição na atmosfera, entre outros temas.
 
BW Expo – 1ª edição
Data: 20 a 22 de outubro de 2015
Horário de exposição: 13h –20h
Horário do congresso: 09h – 18h
Local: Centro de Exposições Pró Magno
Endereço: Av. Professora Ida Kolb, 513 – Casa Verde
Mais informações: http://www.bwexpo.com.br/
 
M.Free Comunicação

16/06/2014 - Casa do Patrimônio expõe as técnicas construtivas  do período colonial
 
Técnicas como a taipa de pilão, o pau-a-pique, a alvenaria de adobe, a alvenaria de pedra e o enxaimel foram utilizadas pelos alunos para construir  as maquetes expostas
 
Alunos do 7º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Anhanguera de Paulo, unidade São Bernardo, mergulharam na história brasileira para produzir maquetes a partir de técnicas arquitetônicas utilizadas nos séculos XVI a XIX, como a taipa de pilão, o pau-a-pique, a alvenaria de adobe, a alvenaria de pedra e o enxaimel.  O trabalho poderá ser conferido até o dia 20 de julho na Casa do Patrimônio, localizada no município de Santana de Parnaíba.
A exposição, que tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo da cidade, foi desenvolvida como parte da disciplina Arquitetura Brasileira, que estuda as relações entre arquitetura e sociedade no período colonial.
“A proposta foi realizar uma atividade que reunisse teoria e prática, por meio da realização de maquetes explicativas de alguma das técnicas construtivas. Em visita ao Museu do Anhanguera, em Santana de Parnaíba, vimos que as paredes recém restauradas eram construídas em pau-a-pique. Então pensamos em doar algumas de nossas maquetes, como complementação didática à exposição. O que não esperávamos era receber o convite da Secretaria para participar de uma exposição com todos os trabalhos”, explica a professora Ana Carolina Carmona.
Segundo ela, o desafio proposto aos alunos foi o de vivenciar as potencialidades e dificuldades de executar as técnicas. “O trabalho estimulou os estudantes a visitar exemplares da arquitetura tradicional ainda existentes, como a fortaleza da Barra, no Guarujá, construídas em alvenaria de pedra e casas rurais do interior paulista, feitas em taipa de pilão”.
A exposição é gratuita e pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados e domingos, das 11h às 17h. A Casa do Patrimônio está localizada no Largo de São Bento, 80, em Santana do Parnaíba. Informações: (11) 4154 6114
 
Sobre a Anhanguera Educacional Participações S.A. - A Anhanguera Educacional Participações S.A é o maior grupo educacional da América Latina em número de alunos. Alinhada à nova fase de desenvolvimento do Brasil, a Instituição oferece ao jovem profissional conveniência e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, contribuindo com o projeto de vida dos alunos de crescimento e ascensão profissional. A companhia é líder no uso de novas tecnologias no setor educacional e está presente em todos os estados brasileiros, com 70 campi e mais de 500 unidades de educação a distância, incluindo a Rede LFG, maior especialista na preparação e qualificação de profissionais para atuar com excelência no setor público. Reconhecida pelas melhores práticas de governança corporativa, ingressou na BM&FBovespa em março de 2007 e, atualmente, integra o Novo Mercado.
 
Alfapress Comunicações

09/06/2014 - Parceria inédita entre AEAMESP, CBTU e ANPTrilhos possibilita criação de “Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários”

Parceria inédita entre a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô – AEAMESP, Companhia Brasileira de Trens Urbanos – CBTU e Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos – ANPTrilhos permite a criação do “Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários” aos melhores trabalhos técnicos que serão apresentados durante a 20ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, realizada pela AEAMESP de 9 a 12 de setembro de 2014, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo - SP.
Em sua 1ª edição, o “Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários” tem por finalidade estimular o desenvolvimento tecnológico na área de transporte de passageiros sobre trilhos, reconhecendo os trabalhos com qualidade técnica, ineditismo e aplicabilidade no setor metroferroviário.
Serão oferecidos três prêmios em espécie, no valor de R$5.000,00 (cinco mil reais) cada um, concedidos, respectivamente, ao autor do melhor “artigo técnico” de cada uma das categorias apresentadas a seguir, que representam a temática a ser discutida no evento:
Categoria 1 - Políticas públicas, planejamento urbano, mobilidade sustentável, planejamento e concepção de sistemas de transporte.
Categoria 2 - Financiamento (funding) e gestão de empreendimentos de transporte.
Categoria 3 - Tecnologias de implantação, operação e manutenção de sistemas de transporte.
Ao todo, quinze trabalhos serão agraciados, os cinco melhores em cada categoria. Além dos prêmios de cinco mil reais para os três melhores, todos receberão o troféu "Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários”, um certificado personalizado para cada autor, inclusive para os autores de “artigos técnicos” elaborados em grupo, a inscrição dos autores na 20ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, a chancela “trabalho concorrendo ao Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários" no programa oficial da 20ª STM e a publicação do “artigo técnico” nos Anais Eletrônicos da 20ª STM e em meio eletrônico nos sites: www.cbtu.gov.br, www.anptrilhos.org.br e www.aeamesp.org.br.
A seleção dos cinco trabalhos concorrendo por categoria, bem como a seleção dos vencedores nas três categorias, será feita por uma Banca Examinadora, composta especialmente para esta finalidade. A critério da Banca Examinadora, também poderão ser atribuídas Menções Honrosas a trabalhos que, mesmo sem serem escolhidos vencedores, venham a se destacar por sua qualidade e mereçam reconhecimento especial.
“Queremos que o mercado saiba quem são os autores dos melhores trabalhos desenvolvidos em prol do aprimoramento do nosso setor e que esses vencedores possam ter visibilidade e reconhecimento pela qualidade de seus trabalhos”, diz a superintendente da ANPTrilhos, Roberta Marchesi.
Regulamento completo e mais informações estão disponíveis no site www.aeamesp.org.br, ou com a Comissão Técnica da Semana de Tecnologia Metroferroviária, pelos telefones (+55 11) 3284-0041 e 3287-4565, ou e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

20ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e Metroferr 2014
Data: 9 a 12 de setembro de 2014
Local: Centro de Convenções Frei Caneca
Endereço: Endereço: Rua Frei Caneca, 596, 4º – São Paulo – SP

Digital Assessoria Comunicação Integrada

09/06/2014 - Simpósio de engenharia de materiais intensificará cooperação entre Brasil e Alemanha

A ABM - Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, em parceria com a Deutsche Gesellschaft für Materialkunde (DGM), promove, de 21 a 25 de julho, em São Paulo, o 1st Brazilian-German Symposium on Materials Science and Engineering. O evento será realizado em paralelo ao 69º Congresso Anual da ABM - Internacional, que terá edição especial em comemoração ao 70° aniversário da entidade.
Com foco na cooperação entre as comunidades brasileira e alemã em ciência e engenharia de materiais, o simpósio fará parte do congresso Materials Science and Engineering - MSE 2014, organizado bienalmente pela DGM desde 2008. A agenda está divida em duas fases: a primeira ocorrerá em julho e a segunda em setembro. Cada uma delas é liderada por um coordenador do Brasil e outro da Alemanha, como informou um dos organizadores, Pedro Dolabella Portella, professor e diretor do BAM (Federal Institute for Materials Research and Testing).
A programação inclui 10 temas relativos às áreas em que o intercâmbio foi mais intenso nos últimos anos. Na primeira fase serão discutidos quatro temas: aços avançados de alta resistência; inovações e tendências tecnológicas no alumínio; solda por fricção; e design microestrutural de refratários avançados.  O objetivo é levar ao público em geral, aos setores científico e industrial, órgãos governamentais e de fomento à pesquisa um quadro atual da cooperação entre os dois países, tendo em vista intensificar acordos bilaterais.
Além do simpósio e do Congresso Anual, acontecerão simultaneamente no Frei Caneca Convention Center outros três importantes eventos para a comunidade técnico-científica: o Pan American Materials Conference - ABM e TMS; o 1º Workshop de Tratamento de Superfícies de Ligas Resistentes à Corrosão; e o 14º Enemet - Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica, Materiais e Minas.
A cerimônia de abertura ocorrerá na Sala São Paulo, com show do cantor e compositor Milton Nascimento.
Mais informações sobre o 1st Brazilian-German Symposium on Materials Science and Engineering na página do evento: www.abmbrasil.com.br/seminarios

1st Brazilian-German Symposium on Materials Science and Engineering
Data: 21 a 25 de julho de 2014
Local: Frei Caneca Convention Center, São Paulo
Site: http://www.abmbrasil.com.br/seminarios/materials-science-engineering/2014/general-information.asp
Informações: Erika Akashi. Telefone: (11) 5534-4333, ramal 112
 
Assessoria de Imprensa da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração

09/06/2014 - ABDI mapeia mercado de smart grids no Brasil
 
Estudo com informações detalhadas sobre o setor será apresentado em Brasília
 
A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com o Instituto da Associação de Empresas Proprietárias de Infraestrutura e de Sistemas Privados de Telecomunicações (iAptel), apresenta o resultado do mapeamento de Fornecedores Nacionais de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para Redes Elétricas Inteligentes (REI). O documento, que será apresentado na próxima quarta-feira (11) no Workshop de Redes Elétricas Inteligentes, é inédito no país, tem 2 mil páginas e traz informações detalhadas sobre empresas, pesquisas e investimentos no setor, além de apontar os principais gargalos e ações que podem ajudar a desenvolver a indústria nacional ligada ao segmento.
O estudo identificou que participam deste setor no país mais de 300 fornecedoras nacionais de tecnologia da informação e comunicação para redes elétricas inteligentes, 126 centros de pesquisa de desenvolvimento e inovação do segmento e 60 concessionárias, com investimentos que atualmente superam  R$ 1 bilhão na área. A estimativa é de que esse valor chegue a R$ 3 bilhões no biênio 2013/2014.
As áreas tecnológicas incorporadas pelas smart grids (redes inteligentes) são: gestão de consumo, edifícios inteligentes, tecnologia de informação, telecomunicações, inserção de veículos elétricos, armazenamento de energia, medição inteligente, automação da distribuição e geração distribuída.
De acordo com a legislação brasileira, as concessionárias precisam investir até 0,5% de sua receita para desenvolver as ações ligadas à pesquisa e ao desenvolvimento do setor, que, aliadas ao investimento do Inova Energia, Regime Especial para Banda Larga – RPNBL Redes – Smart Grid do Plano Brasil Maior, Desonerações Fiscais em Telecomunicações, entre outras iniciativas, ajudam a promover  o desenvolvimento das Redes Elétricas Inteligentes. Além de otimizar o consumo, a REI melhora a qualidade de distribuição energética, permite a inclusão da mini e da micro geração distribuída, melhora os índices de eficiência energética e promove um controle energético mais efetivo para o país.
Já existem exemplos positivos, como os projetos demonstração desenvolvidos em Búzios (RJ), Barueri (SP), Sete Lagoas (MG), Aparecida (SP), Rio de Janeiro (RJ), Fernando de Noronha (PE), entre outros. As ações vão desde a instalação de medidores e transformadores com tecnologia inteligente até painéis solares integrados à rede elétrica. Em alguns casos, o consumidor deixa de apenas comprar e passa a produzir energia, podendo devolver o excedente e ter crédito com as concessionárias. O uso de recursos modernos de tecnologias de informação e comunicação associadas à rede de energia permite ao consumidor ter o controle efetivo do que é consumido e gerado.
 
Workshop
O mapeamento é uma das atividades previstas no “Programa Brasileiro para Desenvolvimento da Indústria Fornecedora para Redes Elétricas Inteligentes”,  proposto pela ABDI no ano passado. Sabe-se que o Brasil tem um mercado potencial de mais de 120 milhões de medidores eletrônicos inteligentes residenciais de energia. O aproveitamento dessa demanda pode gerar oportunidades de desenvolvimento da indústria brasileira, especialmente no caso de medidores inteligentes, sensores e iluminação pública, que envolvem escalas suficientes para viabilizar plantas com competitividade internacional.
O estudo servirá como subsídio não só para o governo, que identificará os gargalos e o potencial do setor, como também para as empresas e centros de pesquisa, que terão a oportunidade de expor suas demandas durante o workshop.
Durante o encontro em Brasília, a ABDI espera reunir 150 participantes, entre representantes das concessionárias, das empresas fornecedores de TIC, dos centros que desenvolvem pesquisas na área e do governo federal, incluindo a Presidência da República, o Ministério do Planejamento, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Ministério das Minas e Energia (MME),  o Ministério das Comunicações (Min Com), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Agencia de Promoção a Exportação (Apex).
 
Workshop Redes Elétricas Inteligentes
Data: 11 de junho
Horário: Das 8h às 18h
Local: Auditório da Confederação Nacional do Comércio (CNC), no Setor Bancário Norte, Quadra 1, Bloco B, 1º subsolo, Brasília (DF)    
 
Assessoria de Comunicação Social ABDI

Mais Notícias...

Página 5 de 158

5

Site Login