INTECH garante energia elétrica da Arena Corinthians

20/08/2014 - INTECH garante energia elétrica da Arena Corinthians
 
A empresa foi contratada pela AES Eletropaulo para perfurar e instalar parte da rede de energia que alimenta a Arena Corinthians
 
Também conhecido como Itaquerão, as arquibancadas do estádio paulistano receberam mais de 60 mil torcedores no evento de abertura oficial da Copa do Mundo, que aconteceu no dia 12 de junho. Para garantir que o evento fosse um sucesso, a INTECH Engenharia fez sua parte e foi responsável pela perfuração não destrutiva e instalação de parte dos dutos que levaram energia elétrica ao local. No total, foram 484 metros perfurados entre os dias 25 de setembro e 17 de novembro do ano passado, para atender às demandas do contrato de três anos com a AES Eletropaulo.
De acordo com Eduardo Jardim, gerente de operações da INTECH, a demanda da companhia de energia foi a utilização do Método Não-Destrutivo (MND) para instalar parte dos dutos, ou seja, sem a abertura de valas, que interferem na circulação de pedestres e veículos. “Foi importante para a INTECH executar essa obra. De um lado tivemos a vantagem, como brasileiros, de participar dos preparativos do maior evento da década no país. Do outro, fomos chamados para efetuar uma importante obra em MND, nossa especialidade”, diz ele.
Desse modo, o projeto compreendeu cinco trechos perfurados pelo método de Perfuração Horizontal Direcional (HDD), incluindo a instalação de 24 dutos PEAD (Polietileno de Alta Densidade) com 160mm de diâmetro. A obra aconteceu em três locais diferentes entre o Terminal Rodoviário do Itaquera e o Estádio.
O primeiro furo cruzou a Avenida Radial Leste, seguido de outros dois furos paralelos à avenida e em frente ao estádio. Os últimos dois furos, que levaram seis dias e um combinado de 152 metros para serem concluídos, precisaram cruzar a faixa de dutos da Transpetro existente no local. “Em obras urbanas sempre é um desafio desviar das tubulações já existentes, principalmente de energia e saneamento, mas óleo e gás são sempre um grande obstáculo, pois precisamos de todo cuidado para garantir a segurança da operação”, afirma Eduardo.
 
Desafio com oleoduto foi vencido
Segundo avaliação de Fernando Silva - Encarregado Navegador da INTECH, para fazer essa travessia a equipe precisou sondar e mapear o subsolo com cuidado e precisão, perfurando a uma profundidade maior e com distância segura do oleoduto. A solução encontrada foi passar os novos dutos por debaixo da tubulação existente, em uma profundidade maior e mantendo uma distância de 1,3 metros do oleoduto. “Foi um grande desafio, mas concluímos a obra toda obedecendo às normas de segurança da AES Eletropaulo e da empresa detentora do oleoduto, que ainda enviou um técnico para acompanhar toda a travessia”, afirma ele.
Para fazer esse serviço, a empresa utilizou uma perfuratriz, DitchWitch JT4020, com 18 toneladas de força de arraste. A equipe, formada por 12 pessoas, acompanhou e garantiu o sucesso da obra no local. Entre eles estavam um engenheiro responsável, soldadores, operadores, auxiliares e até seguranças.
 
Sobre a AES Eletropaulo - A AES Eletropaulo atua na região metropolitana de São Paulo, distribuindo energia elétrica para 24 municípios paulistas em uma área total de 4.526 km². Em consumo e faturamento, a empresa é a maior distribuidora de energia da América Latina, atendendo 6,7 milhões de unidades consumidoras e aproximadamente 20,1 milhões de clientes.
 
SOBRE INTECH ENGENHARIA - INTECH Engenharia atua no mercado desde 1998 e é referência nacional na aplicação do Método Não Destrutivo de Perfuração Horizontal Direcional para instalação de dutos de aço carbono e de PEAD de grandes diâmetros em travessias e cruzamentos para linhas de gás, óleo, energia elétrica, minérios, água e esgoto, biocombustíveis, telecomunicações, descontaminação de solo além de aproximações de praia (shore approaches) e perfuração de poços de petróleo.
 
Canaris

 

Site Login