Livros Técnicos

Banner

A JORNADA DE INOVAÇÃO DA VEDACIT

A JORNADA DE INOVAÇÃO DA VEDACIT

* Por Luis Fernando Guggenberger e Alexandre Quinze

Há alguns dias fizemos um importante anúncio para o mercado: a criação da Vedacit Soluções Tecnológicas, uma spin-off criada para levar ao setor da construção civil serviços e tecnologias, tanto para o segmento de construtoras quanto na cadeia de materiais envolvendo indústrias e lojistas. Esse anúncio é o símbolo de uma jornada que estamos promovendo com a inovação aberta dentro da Vedacit, uma empresa brasileira, familiar e com 84 anos de atuação no país.

Essa jornada teve início em agosto de 2018 quando lançamos o Vedacit Labs em Recife, um importante pólo de desenvolvimento de tecnologia, mais especificamente no Porto Digital, durante o evento Construtalks. Ali anunciamos a criação de nosso primeiro programa de aceleração de startups, cujo objetivo era o de conectar a organização com um novo mundo que desafia a forma de se fazer negócios, a cultura das empresas, a descoberta das necessidades dos clientes e a entrada em novos mercados para companhias mais tradicionais como a nossa.

Ao desenharmos o Programa, refletimos naquele momento sobre alguns fatos que nos incomodavam muito: primeiro, o déficit habitacional extremamente alto no Brasil, cerca de 8 milhões; segundo, o número de 16 milhões de residências insalubres é inaceitável no século XXI ou em qualquer época da humanidade; e em terceiro, o fato de que uma das principais causas de internação no SUS (Sistema Único de Saúde) está ligada a problemas respiratórios que são, em grande parte, reflexo da má qualidade do ar dentro das residências por problemas de mofo.

Diante de tudo isso, a primeira pergunta que procuramos responder foi: inovação para que? A partir daí, debatemos os possíveis caminhos para a tomada de decisão. Seria atuar com startups para buscar maior eficiência e rentabilidade das operações? Talvez apenas um desejo de experimentar como é se relacionar com startups, porque muita gente está investindo e acelerando esse tipo de empresa, ou seja, surfarmos nesta onda? Ou seria uma oportunidade para repensarmos o nosso modelo de negócio e acessar novos mercados? Olhar para a nossa visão que fala sobre: prover o mercado da construção civil de soluções comprometidas com a durabilidade das edificações e com o bem-estar das pessoas. Bingo! Eis a nossa bússola, vamos em busca de entregar para o setor não apenas produtos, mas serviços e tecnologias. Assim, desenharmos um novo modelo de negócios para a Vedacit transformando o nosso inconformismo inicial em ação.

A partir desta primeira definição, nascia o primeiro pilar de nossa estratégia de inovação aberta, o que chamamos de Inovação de Fora para Dentro. Seguimos para a criação do programa de aceleração ouvindo uma série de atores importantes do ecossistema de Construtechs e Proptechs, desde aceleradoras e investidores até os empreendedores.

Preparada a proposta, chegou o momento de levarmos para os órgãos de governança corporativa validarem e conquistarmos o patrocínio interno. Foram reuniões muito produtivas com o Comitê de Estratégia e Inovação da Vedacit e com o Comitê de Sustentabilidade do Grupo Baumgart para que a proposta chegasse ao Conselho de Administração do Grupo. Com a validação em mãos, “fomos para a rua”.

Tivemos um primeiro ciclo muito exitoso, com mais de 400 startups inscritas, 15 levadas ao Pitch Day, no qual onde escolheríamos cinco, para que em seguida fizéssemos todas as negociações, uma vez que o formato do programa previa um investimento (Seed Money) de R$ 100 mil em cada uma. Assim tiveram início as atividades com a Liga Ventures, parceiro que cuida de todo o processo de busca, seleção e aceleração dos negócios. Foram selecionadas a Obrazul (MG), a Construcode (BA), a NETResíduos (SP), ao Programa Doce Lar (SC) e a Lógica-E (SC), com soluções tecnológicas e de serviços das mais distintas etapas da cadeia da construção, seja para o universo de construtoras, de reformas de moradia para a baixa renda ou do varejo.

E você deve se perguntar: e aí, deu resultado esse primeiro ciclo? O anúncio dessa nova empresa criada já é uma evidência sobre os parâmetros de sucesso, pois não imaginávamos que a construiríamos logo após o primeiro ano. O nível de engajamento do público interno foi extraordinário, logo, mais um tijolinho sendo colocado em nossa jornada de transformação cultural. A aprovação do segundo ciclo de aceleração junto aos órgãos de Governança do Grupo foi rápida, pois estavam seguros, certos e animados sobre o caminho escolhido.

No segundo semestre de 2019, começamos com a Liga Ventures o novo processo de busca e seleção de startups. Resultado: novamente foram mais de 400 inscritas, das quais 15 participaram do evento no qual selecionamos as cinco aceleradas, que iniciaram em março deste ano o segundo ciclo: Elixir AI (RS), ConnectData (SC), ConstructIn (RS), Omni-Electronica (SP) e Prevision (SC). Todas estão desenvolvendo projetos instigantes que podem, em conjunto com a Vedacit Soluções Tecnológicas, impactar diferentes etapas da cadeia da construção, a qual chamamos de jornada da Saúde das Edificações, bem como acelerar a digitalização da cadeia do varejo, tanto para a indústria de materiais quanto para os lojistas.

Hoje nossa estratégia conta com mais dois pilares: a Inovação de Dentro para Dentro, que consiste em trabalharmos a cultura interna para que se conecte com o nosso propósito de: transformar a vida de milhões de pessoas melhorando as condições de habitação, fazendo da sua casa a nossa causa, de maneira ágil e simples. O outro pilar é Inovação de Dentro para Fora, fomentando o Intraempreendedorismo para que mais projetos surjam das ideias dos colaboradores e que possam se tornar também novas startups lideradas pelos profissionais da própria Vedacit.

A jornada não é simples e fácil, requer boa estratégia, leituras sobre a cultura organizacional e muita disciplina na execução. O que podemos dizer é que continuaremos trabalhando duro para agora dar mais passos firmes para concretizar a Vedacit Soluções Tecnológicas como uma parceira de players da indústria e será um prazer compartilhar mais histórias sobre esta nova etapa em nossa empresa.

*Luís Fernando Guggenberger é executivo de Inovação e Sustentabilidade da Vedacit, responsável pela coordenação das iniciativas de Inovação Aberta, pelo Instituto Vedacit, co-founder e Chief of Innovation da Vedacit Soluções Tecnológicas. Sua experiência profissional é marcada pela passagem em fundações empresariais como Fundação Telefônica e Instituto Vivo, além de organizações sociais na cidade de São Paulo. É membro dos Comitês de Sustentabilidade e de Inovação do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e em Conselhos de Institutos. Nos últimos anos vem atuando nos campos da Inovação e Empreendedorismo Social, de Tendências e dos Negócios de Impacto Social.

* Alexandre Quinze é executivo de Tecnologia da Informação da Vedacit, co-founder e CEO da Vedacit Soluções Tecnológicas. Formado em Engenharia pela Universidade de São Paulo (USP), com especializações em Supply Chain, na Universidade da Califórnia, em Inovação Tecnológica, na Universidade Estadual de Campinas, e MBA em Administração, na Fundação Getúlio Vargas (FGV), instituição na qual é professor há mais de 11 anos. Possui sólida experiência, com mais de 30 anos, em empresas nacionais e internacionais de grande porte, como Philips, Rimini Street, PwC Brasil, CBMM e Flextronics Internacional.

Banner
Banner
Banner

Site Login