Reserva do Morro Grande, na Grande SP, serve de cenário para o filme ‘Xingu’

reserva-florestal-do-morro-grandeReserva do Morro Grande, na Grande SP, serve de cenário para o filme ‘Xingu’

Área de remanescente de mata atlântica é da Sabesp e abriga o Sistema Alto Cotia, que abastece 410 mil pessoas

A Reserva Florestal do Morro Grande, com seus mais de 10 mil hectares de remanescente da mata atlântica em São Paulo, serviu de cenário para as gravações do filme “Xingu”, que estreou nesta semana nos cinemas brasileiros e conta a história dos irmãos Villas Bôas. Localizada a 34 km da Capital, em Cotia, a reserva abriga um dos sistemas de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo, o Alto Cotia, e está sob responsabilidade da Sabesp – uma das patrocinadoras do longa-metragem.
Segundo o diretor de “Xingu”, Cao Hamburger, a água é muito presente em toda a história contada no filme, principalmente na vida dos moradores do Parque do Xingu, o que reforça a importância do apoio da Companhia. “O patrocínio da Sabesp não foi só uma coincidência, a empresa tem muito a ver com o projeto. Além disso, nós acabamos filmando uma parte do filme no reservatório da Companhia, porque precisávamos de um lugar bonito para gravar algumas cenas extras. Esse local foi o mais adequado que encontramos. A mata está toda preservada, e a cena ficou muito bonita”, explica.
A região Sudeste e a floresta amazônica têm uma relação importante estabelecida através dos chamados rios voadores, que são cursos d’água atmosféricos, invisíveis, que transportam a umidade vinda da bacia amazônica. Essas correntes aéreas com o vapor d'água acabam sobre o Sudeste em forma de chuva, fenômeno climático essencial para o abastecimento dos mananciais que fornecem água para a população.
 
Alto Cotia
A Reserva do Morro Grande é uma das maiores extensões florestais do Estado. Criada em 1979, foi incorporada em 1994, por reconhecimento internacional da Unesco, à Reserva do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo. O Sistema Alto Cotia, que está protegido dentro da reserva, produz 1,2 mil litros de água por segundo. Essa água é levada pela Sabesp a 410 mil pessoas da região oeste da Grande São Paulo.
O Sistema Alto Cotia também pode ser visitado. Em um passeio monitorado e gratuito, o visitante conhecerá a Estação de Tratamento de Água (ETA) Alto Cotia e todo o processo de produção da água. Quem quiser também pode fazer uma trilha até a represa da Cachoeira da Graça, onde as cenas de “Xingu” foram filmadas. Para agendar as visitas, que são feitas sempre em grupos de 20 a 40 pessoas, é preciso entrar em contato com a Sabesp: (11) 4614-9213/9215.
 
Incentivo
A Sabesp é a empresa paulista que mais investe no cinema e a terceira maior patrocinadora do país. Em São Paulo, o investimento da Companhia no setor ganhou mais força a partir de 2004, ano em que iniciou sua participação no Programa de Fomento ao Cinema Paulista: ao todo, a Sabesp já contabiliza R$ 48 milhões em investimentos no setor, com patrocínio a 127 filmes, dentro desse projeto.
O Programa de Fomento ao Cinema Paulista foi criado para possibilitar o patrocínio de empresas estatais paulistas, via incentivo fiscal, a produções artísticas inscritas nas leis Rouanet e do Audiovisual. A organização do programa cabe à Secretaria de Estado da Cultura, que faz a seleção dos projetos de acordo com critérios estabelecidos em lei e valores disponíveis para aplicação.

 

Site Login