InterCement recupera o equivalente a mais de oito estádios de futebol de mata ciliar no Vale do Ribeira

19/06/2017 - InterCement recupera o equivalente a mais de oito estádios de futebol de mata ciliar no Vale do Ribeira
 
Ao longo de 15 anos, projeto respondeu pelo plantio de mais de seis mil espécies nativas no entorno do município de Cajati;
Resultado da recuperação virou case em livro publicado pela FIESP.
 
São Paulo, junho de 2017 – Melhorar o ecossistema em prol da comunidade do Vale do Ribeira, com a recuperação de mais 8,15 hectares da mata ciliar, ou o equivalente a mais de oito campos de futebol coberto por floresta nativa. Este foi o compromisso ambiental abraçado – e cumprido – pela InterCement, uma das maiores cimenteiras do mundo, a partir de sua unidade localizada no município de Cajati, no Estado de São Paulo, em um minucioso trabalho realizado desde 2002 e intensificado a partir de 2007.
 
Localizada em um dos principais remanescentes da Mata Atlântica, reconhecida por ser uma das áreas mais ameaçadas e um dos maiores repositórios de biodiversidade do planeta, a região de Cajati apresentava há 15 anos grandes impactos no solo por conta da exploração das áreas de argilas. Além da recuperação da mata, o projeto também respondeu pelo enriquecimento florestal nas áreas de Pomerantz, Mariano e Parafuso Bananal, instalação de Hi-vol para monitoramento da qualidade do ar, e umectação de vias de acesso não pavimentadas. Houve ainda a construção de viveiros para fornecer as mudas para o processo de reconstituição das áreas de argila e enriquecimento florestal das matas ciliares, que possibilitou o plantio de mais de oito mil espécies nativas.
 
Como resultado, a vegetação da mata ficou muito densa e não requer mais manutenção, já atingiu a capacidade auto-regeneração. “Esse projeto trouxe uma melhora muito significativa para o ecossistema e o município. Espécies da fauna nativa, como o papagaio de peito roxo e Pica Pau Rei, voltaram a habitar o local e tem crescido visitação de mamíferos como tatus, capivaras e lontras. A qualidade da água do rio, por sua vez, vem apresentando significativamente melhoria na qualidade”, comenta Carla Duprat, diretora de Sustentabilidade da InterCement.
 
Atenta à importância da continuidade no cuidado com o meio ambiente, a companhia também desenvolveu, em parceria com a prefeitura municipal de Cajati, o projeto ‘Amiguinhos do Meio Ambiente’, que orienta alunos das escolas municipais da região sobre o tema. As crianças do quinto ano, participam do passeio em trilha interpretativa, conhecendo as árvores e seus diferentes estágios de crescimento e outros benefícios da recuperação da mata ciliar. No final das atividades, os alunos realizam o plantio de muda nativa na margem do rio Jacupiranguinha.
 
Em função de sua importância, o projeto implementado pela InterCement passou a integrar a lista dos 20 casos de estudo de recuperação ambiental do WBCSD (Conselho Mundial de Empresas para o Desenvolvimento Sustentável), sendo o único caso brasileiro a fazer parte da lista. O resultado dessa recuperação ganhou reconhecimento e inclusão como case no livro “A indústria mineral paulista: síntese setorial do mercado produtor”, recém-lançado pela FIESP.
 
Sobre InterCement - A InterCement é a segunda maior empresa cimenteira do Brasil e uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo. Com sede em São Paulo, a companhia conta com 40 fábricas de cimento e moagens distribuídas por oito países na América do Sul, Europa e África e entre suas controladas estão a Loma Negra, maior cimenteira da Argentina, e a portuguesa Cimpor. No Brasil, possui as marcas Cauê, Goiás, Zebu, Cimpor, Bonfim e Cimbagé. Fundada em 1967, a empresa tem como missão e valor investir em inovação e sustentabilidade por meio das ações do Instituto InterCement.
 
 
FSB COMUNICAÇÃO

Banner
Banner

 

Site Login