Linha de skids Case está maior

noticias02

Linha de skids Case está maior

Marca lança novos modelos, que oferecem maior conforto e produtividade

Sete novos modelos de minicarregadeiras skid Case já estão disponíveis no Brasil: SR130, SR150, SR175, SV185, SR200, SR250 e SV300, com motor de potência líquida de 43 a 84 hp e capacidade de carga de 590 a 1.300 quilos – ou de 1.300 libras a 3 mil libras.

Com este lançamento, a marca renova sua linha de skids com máquinas que possuem um projeto inteligente, oferecem alta produtividade, baixo custo operacional e conforto para o operador.

O número de modelos também aumentou de quatro para sete, com a skid SR130, a menor delas, de 43 hp de potência e capacidade de carga de 590 quilos ou 1.300 libras. "As skids são máquinas ideais para trabalhos em pequenos espaços e em áreas congestionadas. A SR130 é ainda menor e mais leve, mas usada em praticamente todos os segmentos. É uma novidade da Case no Brasil", explica o gerente de Marketing do Produto, Edmar de Paula.

As novas skids receberam uma nomenclatura que facilita a identificação dos modelos. As SV são máquinas que possuem levantamento vertical e as SR, radial. A numeração depois das letras mostra a capacidade de carga em libras. Por exemplo, a SR200 faz levantamento radial e possui 2 mil libras de capacidade.

A Case oferece hoje dois modelos para levantamento na vertical (SV185 e SV200) e cinco para levantamento radial (SR130, SR150, SR175, SR200 e SR250).

"As skids de levantamento vertical são utilizadas, principalmente, para transporte e elevação de materiais, equipadas com garfo pallet; enquanto que as de levantamento radial são utilizadas com um número maior de aplicativos, para desagregar e carregar", explica Edmar de Paula.

Versatilidade

Uma das vantagens das skids é a versatilidade. Além da caçamba convencional, que normalmente faz parte do equipamento, outras ferramentas podem ser acopladas à máquina, permitindo diversas aplicações em muitos segmentos de mercado, da mineração à construção civil, obras rodoviárias, indústria, entre tantas outras.

As ferramentas mais utilizadas nas skids são a vassoura, a valetadeira, a perfuratriz e o garfo pallet de 42 e 48 polegadas, que são disponibilizados pela Case através da rede de concessionários.

Principais diferenciais das novas skids Case

Ambiente operacional: com mais espaço, visibilidade, conforto e controle.

Cabine vedada: reduz significativamente a quantidade de ruído e poeira.

Cabines 25% maior: são as maiores do setor.

Design revolucionário da tela lateral com fio ultrafino: com mais área de superfície de vidro fornece visibilidade de 360 graus.

Iluminação lateral exclusiva da Case: permite executar mais trabalho - dia ou noite.

Acoplamento rápido: de dentro da cabine, o operador solta duas travas que permitem a troca de ferramentas (como caçamba por garço pallet, por exemplo) sem ele ter que sair da cabine. Essa troca de ferramentas pode ocorrer em cerca de 30 segundos.

Braços: são apoiados no chassi monobloco para aumentar o apoio e maximizar a durabilidade.

Novo chassi Power Stance: permite levantar e transportar mais materiais com até 21% de distância entre os eixos e distribuição de peso dianteiro/traseiro 30/70.

Controle de percurso: oferece estabilidade e velocidades operacionais superiores, independentemente das condições do local de trabalho.

Mais eficiência do combustível: combinada com tanques de combustível com capacidade para 72-115 L (16 - 25,5 galões) ajuda as minicarregadeiras da Case a trabalhar o dia inteiro sem a necessidade de reabastecimento.

Banner

 

Site Login