A thyssenkrupp revela a última tecnologia para transformar a indústria global de manutenção de elevadores: HoloLens Microsoft, para melhorar as intervenções

hololens_thyssenkrupp.jpgA thyssenkrupp revela a última tecnologia para transformar a indústria global de manutenção de elevadores: HoloLens Microsoft, para melhorar as intervenções
 
A thyssenkrupp anunciou hoje o uso da tecnologia HoloLens da Microsoft em suas operações de manutenção de elevadores em todo o mundo.

O dispositivo especial de realidade mista possibilita capacitar mais de 24.000 técnicos de manutenção da empresa para executarem seu trabalho com mais segurança e eficiência e manter as pessoas e as cidades movendo-se melhor do que nunca. Atualmente, o setor de manutenção de elevadores global é estimado em mais de US$ 44 bilhões por ano(1), e mais de 12 milhões de elevadores transportam diariamente mais de 1 bilhão de pessoas.
Usando o HoloLens, os técnicos de manutenção serão capazes de visualizar e identificar antecipadamente os problemas nos elevadores e terão acesso viva-voz a informações técnicas e especializadas quando estiverem no local do serviço – com redução significativa de tempo e estresse. Testes de campo iniciais já mostraram que uma intervenção de manutenção pode ser realizada até quatro vezes mais rápido do que antes com o uso do dispositivo.
“Com elevadores transportando mais de um bilhão de pessoas por dia, a indústria de manutenção tem um papel fundamental a desempenhar para manter as cidades funcionando. Continuamos focados em liderar a transformação dessa indústria, introduzindo as últimas tecnologias, processos e treinando técnicos para capacitá-los a realizar um trabalho melhor com menos estresse e mais tranquilidade. Nosso objetivo é aumentar drasticamente a eficiência, aumentar a vida útil dos elevadores e acelerar os serviços de manutenção para assegurar que o equipamento de mobilidade esteja sempre funcionando como deve, garantindo a cada passageiro, a experiência de viagem mais segura e confortável possível", disse Andreas Schierenbeck, CEO da thyssenkrupp Elevator.
Comentando sobre a Microsoft Corp, acrescentou: “Essa aplicação do HoloLens em nossas operações de manutenção foi possível através da nossa colaboração com a Microsoft, e a estreita integração com seus especialistas de software que nos permitiu inclusive explorar aplicativos dedicados do HoloLens para atender às exigências específicas da thyssenkrupp.”
"O lançamento bem-sucedido do MAX IoT- habilitado foi o primeiro passo na jornada da thyssenkrupp, não só para transformar seus negócios, mas também os seus 100 anos de indústria. A manutenção preditiva, alimentada por Microsoft Azure Internet das coisas, permitiu que a thyssenkrupp amplia-se a disponibilidade das operações de elevadores em 95 milhões de horas por ano em todo o mundo, oferecendo economia de tempo para os passageiros transportados. Hoje, estamos orgulhosos por ter novamente firmado parceria com a thyssenkrupp para juntos apresentarmos outra solução para o mercado que vai mudar o jogo”, disse Sam George, Diretor da Microsoft Azure IoT.
“Como o primeiro computador holográfico totalmente autônomo com o Windows 10, o Microsoft HoloLens vem ajudando empresas e indústrias a inovar de formas inteiramente novas”, disse Scott Erickson, gerente-geral para o Microsoft HoloLens. “Utilizando a experiência inovadora do Skype sem nenhuma exigência de desenvolvimento adicional, os 24.000 engenheiros de serviços da thyssenkrupp agora podem realizar seu trabalho de forma mais segura e eficiente. Triagens de pedidos de manutenção antes da visita e orientação holográfica remota viva-voz no local do reparo reduziram em até quatro vezes a duração média dos chamados de assistência técnica da thyssenkrupp.”
O lançamento do HoloLens e do MAX é oportuno, considerando-se a previsão de que as receitas globais dos serviços relacionados a elevadores devem aumentar 4,9% por ano até 2019, para US$ 56,3 bilhões(2). “A rápida urbanização em todo o mundo significa que nossas cidades estão ficando maiores e mais verticalizadas, tornando essencial usar o poder da tecnologia para reduzir a superlotação e fazer as pessoas se deslocarem da maneira mais eficiente possível”, disse Andreas Schierenbeck, com relação a esse tema. “Ao reforçar o poder do IoT com soluções como o MAX e o HoloLens, a thyssenkrupp pode avançar ainda mais na era digital e transformar a forma como a indústria de elevadores oferece serviços de manutenção.”
Lançado pela thyssenkrupp em 2015 como a primeira solução de manutenção preditiva da indústria, o MAX já está conectado com milhares de unidades nos Estados Unidos, na Alemanha e na Espanha e estará conectado a 180.000 unidades até o final de 2017. A bem-sucedida implementação nesses países-pilotos já preparou o terreno para lançamentos em outros países até o final de 2016.
Entre os edifícios icônicos cujos elevadores já estão conectados à nuvem através do MAX, está o One World Trade Center, em Nova York, EUA.
O prédio tem elevadores que viajam mais rápido do que Usain Bolt, capazes de se deslocar do térreo ao 102o andar em apenas 60 segundos, e drives regenerativos que convertem a energia produzida quando os elevadores desaceleram em eletricidade que pode ser usada para reduzir significativamente o consumo de energia elétrica do edifício. Agora equipada com as tecnologias MAX e HoloLens, a torre está estabelecendo novos padrões de sustentabilidade e eficiência de prédios.
 
Outras Inovações
O HoloLens e o MAX surgem imediatamente após várias outras inovações tecnológicas da thyssenkrupp, incluindo o TWIN, com duas cabinas de elevadores por poço proporcionando capacidade de transporte 30% maior e consumo de energia 27% menor; o MULTI, um elevador que se desloca horizontal e verticalmente, proporcionando um aumento de 50% na capacidade de transporte e redução da área útil dos elevadores nos edifícios; e a ACCEL, uma esteira rolante que usa a tecnologia de motores lineares do trem de levitação magnética para atingir velocidades de até 12 km/h.
 
(1) Estudo “World Elevators Industry Study October 2015”, do Freedonia Group, Inc. Os números de serviços incluem a instalação inicial de novas unidades, além de manutenção, reparo e modernização das unidades existentes.
(2) Estudo “World Elevators Industry Study October 2015”, do Freedonia Group, Inc. Os números de serviços incluem a instalação inicial de novas unidades, além de manutenção, reparo e modernização das unidades existentes.
 
Foto: divulgação
Rouxinol Assessoria em Comunicação

Banner
Banner

 

Site Login