Agência de Inovação da UFSCar licencia dispositivo para detecção do Greening

21/06/2017 - Agência de Inovação da UFSCar licencia dispositivo para detecção do Greening
 
Empresa que comercializará a tecnologia objetiva atender as necessidades do agronegócio oferecendo o produto a um preço acessível
 
greening.jpgA Agência de Inovação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), órgão responsável pelo tratamento das questões de Propriedade Intelectual no âmbito da Universidade, realizou o primeiro licenciamento de patente de invenção deste ano em março de 2017. O contrato, que visou a comercialização da tecnologia "Dispositivo para detecção de Greening na citricultura", foi estabelecido com a Fhocus Optical Solutions - empresa de São Carlos que utiliza tecnologia de ponta para o desenvolvimento de produtos com alto valor agregado no mercado de lentes ópticas, atendendo às mais diversas necessidades de correção visual.
 
A tecnologia licenciada busca auxiliar o trabalho de identificação de pés de laranja contaminados com Greening (Huanglongbing/HLB) - doença da citricultura que ataca a planta e impede que a seiva chegue às extremidades, tendo como principal sintoma o mosqueamento das folhas. Intitulado "Dispositivo de ajuda perceptiva na atividade de inspeção visual de HLB Greening da citricultura", o invento desenvolvido em conjunto pela UFSCar e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) consiste em um filtro incorporado às lentes de óculos que cria um efeito visual intensificando o contraste entre as cores características da doença nas folhas.
 
O objetivo dos pesquisadores Nilton Luiz Menegon e Luiz Otávio dos Santos Arantes, respectivamente docente e ex-aluno do Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da UFSCar, e de Débora Marcondes Milori, da Embrapa, foi aumentar a produtividade e diminuir o índice de falhas no processo de inspeção das folhas doentes. A tecnologia considera que as técnicas óticas atualmente utilizadas em campo visam o diagnóstico da doença, o que só pode ser feito quando o operador está com a folha na mão, ou seja, quando já foi determinado que o pé tem possibilidade de estar contaminado.
 
A Fhocus Optical Solutions trabalha com inovação para atender a demandas relacionadas à visão e, neste caso, apostou na credibilidade da UFSCar e da Embrapa e atuar como mola propulsora na comercialização desta tecnologia. Por isso, a partir da prospecção da equipe de Transferência de Tecnologia da Agência, a empresa se interessou pelo desenvolvimento das amostras para a fabricação das lentes. Segundo o Diretor de Marketing da Fhocus, Clédio Romero Rodriguez, os óculos serão 100% produzidos pela Fhocus com os parâmetros do estudo desenvolvido pela UFSCar e Embrapa, tornando a tecnologia exclusiva no mercado nacional. Rodriguez acredita que esse tipo de parceria colabora para o crescimento da economia, além da expectativa de benefício aos usuários da citricultura. "Esta inovação traz a oportunidade de expandir a nossa empresa como multiplicadora de negócios, pois buscamos soluções ópticas, seja no mercado esportivo, na área médica, segurança do trabalho, e, agora, na citricultura", afirma Rodriguez.
 
Atualmente, a Fhocus está empenhada em atender as necessidades do agronegócio oferecendo o produto a um preço acessível e com possibilidade de produção da lente com o grau específico do usuário de acordo com a prescrição do oftalmologista. "Queremos servir de exemplo para outras empresas também apoiarem projetos que estão nas incubadoras das instituições de pesquisa, contribuindo para um futuro melhor em todos os aspectos", complementa Rodriguez.
 
Para o Diretor da Agência de Inovação da UFSCar, Roberto Ferrari Júnior, a comercialização das tecnologias desenvolvidas na universidade é uma das principais formas de se levar o conhecimento gerado na academia para a sociedade, promovendo desenvolvimento econômico e qualidade de vida. "A nossa meta é colocar a tecnologia a serviço das pessoas, ou seja, possibilitar que os resultados de nossas pesquisas se transformem em produtos e serviços que tragam benefícios para a sociedade. Além disso, a interação com o setor empresarial ajuda a disseminar a cultura empreendedora na universidade, por isso é sempre motivo de alegria firmar parcerias como essa", comemora Ferrari Júnior.
 
anexo: Tecnologia desenvolvida no Departamento de Engenharia de Produção da UFSCar Foto: Tatiane Liberato
Coordenadoria de Comunicação Social - Universidade Federal de São Carlos.

Cursos

 

cusos_barreto

 

logoie70

 

 

 

 

 

Banner

Site Login